Síndico aplica R$ 1 milhão de condomínio em Bitcoins e vira caso de polícia

1 min de leitura
Imagem de: Síndico aplica R$ 1 milhão de condomínio em Bitcoins e vira caso de polícia
Imagem: Pexels
Avatar do autor

Um empresário que atuou como síndico por cinco anos se tornou alvo da Polícia Civil de Londrina, cidade do Paraná. De acordo com as autoridades, ele, que não teve o nome divulgado, teria se apropriado do dinheiro do fundo de reservas do condomínio em que residia – R$ 1 milhão – e o aplicado em Bitcoin, assim como teria falsificado extratos bancários.

O caso foi descoberto após outra moradora, eleita para a função em abril, verificar a conta bancária do prédio, que estava vazia.

"Ele investiu dinheiro próprio nessa modalidade, conseguindo lucro satisfatório. A partir daí, teve a ideia de fazer [o mesmo] com o dinheiro do condomínio, só que sem avisar os moradores", explica o delegado Jayme Souza Filho, à frente das investigações.

Síndico é investigado por desvio de dinheiro e aplicação em criptomoeda.Síndico é investigado por desvio de dinheiro e aplicação em criptomoeda.Fonte:  Reprodução/Shuttestock 

Surpresa!

Ainda segundo o oficial, em entrevista a uma emissora local, o acusado teria declarado que sua intenção era beneficiar o condomínio com lucros eventuais. Entretanto, a polícia indica que ele registrou um boletim de ocorrência contra um gestor de criptomoedas, que teria recebido a quantia e desaparecido

Por fim, destaca a reportagem, residentes se surpreenderam com o fato, já que o empresário aparentava ser o "síndico perfeito."

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Síndico aplica R$ 1 milhão de condomínio em Bitcoins e vira caso de polícia