Sites fora do ar: o que é o Fastly, que derrubou páginas hoje (8)?

2 min de leitura
Imagem de: Sites fora do ar: o que é o Fastly, que derrubou páginas hoje (8)?
Imagem: Fastly/Divulgação
Avatar do autor

Na manhã esta terça-feira (8), grandes sites como Reddit, Spotify, Twitch, Amazon, Pinterest, The New York Times e The Guardian ficaram fora do ar. O "responsável" pela queda foi um problema no provedor norte-americano de serviços de internet Fastly. A empresa confirmou que as falhas começaram por volta das  6h58 e, após uma correção, os sites começaram a voltar ao ar, às 7h57.

Além de grandes plataformas e sites de notícias, a falha também parece ter afetado alguns governos, como o site oficial do Reino Unido que ficou fora do ar. Mas afinal, o que é o Fastly e como o provedor conseguiu derrubar grandes sites da internet?

O que é Fastly

O Fastly é um provedor de serviços de computação em nuvem, parecido com o CloudFlare. Em 2017, a empresa lançou uma plataforma em nuvem que otimiza a experiência do usuário, garantindo que o tempo de carregamento do site seja mais rápido. Na prática, significa que, se o usuário acessar um site que está hospedado no exterior, por exemplo, o carregamento de conteúdos grandes, como fotos, vídeos e áudios, será muito mais rápido.

Erro 503 em siteUsuários encontraram uma mensagem de erro ao acessar sites como Pinterest e Amazon nesta manhã

O New York Times conseguiu "segurar" mais de dois milhões de leitores ao mesmo tempo em sua página no dia das eleições presidenciais dos EUA, por exemplo. Além da eficiência para carregamento, o provedor também oferece funcionalidades de segurança cibernética para os sites. Assim, grandes empresas escolhem o provedor.

Como o provedor pode quebrar grandes sites?

Resumidamente, o Fastly atua entre as partes front-end e back-end de um site. Por isso, caso ocorra algum erro no sistema do provedor, os grandes sites que o utilizam podem cair também, assim como aconteceu hoje (8).

É importante ressltar que, devido à tecnologia estar localizada em nuvem, os erros não afetarão todos os sites da mesma  forma ou ao mesmo tempo.

Mas a queda em massa evidenciou outro problema: a dependência de grandes companhias sobre uma única empresa. "Isso, por sua vez, levanta questões importantes sobre os perigos da consolidação de poder no mercado de nuvem e a influência inquestionável que esses atores muitas vezes invisíveis têm sobre o acesso à informação", diz Corrine Cath-Speth, Ph.D em Internet pela Oxford, em seu Twitter. Segundo ela, um erro técnico em uma única empresa pode ter ramificações enormes.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes

Sites fora do ar: o que é o Fastly, que derrubou páginas hoje (8)?