Caixa eletrônico com 5G é lançado no Brasil

1 min de leitura
Imagem de: Caixa eletrônico com 5G é lançado no Brasil
Imagem: Reprodução
Avatar do autor

Nesta segunda (10), a TecBan, a Claro e a Ericsson anunciaram o lançamento do primeiro caixa eletrônico com tecnologia 5G da América Latina no Brasil. A parceria, segundo as companhias, garantirá o desenvolvimento de aplicações inéditas especialmente direcionadas para o mercado financeiro.

Robert Baumgartner Junior, diretor de TI e Telecom da TecBan, afirma que a integração dos dispositivos com a rede permitirá a incorporação de uma série de soluções para aprimorar a experiência do usuário final, o processo operacional e a segurança dos terminais. "As possibilidades são infinitas", indica.

Monitoramento de vídeo e vigilância dos pontos de autoatendimento em tempo real – com melhor qualidade de imagem para operadores remotos – e cálculo do tempo de espera por meio de análises de filas são alguns dos benefícios destacados por Baumgartner.

Robert Baumgartner Junior, diretor de TI e Telecom da TecBan.Robert Baumgartner Junior, diretor de TI e Telecom da TecBan.Fonte:  Reprodução 

Além disso, dentre os projetos futuros estão a disponibilidade de soluções de atendimento por videoconferência, a distribuição da tecnologia via hotspot Wi-Fi e a expansão da oferta de serviços para agências de instituições financeiras, assim como para o setor de varejo.

Por fim, uso potencial da tecnologia 5G com realidade virtual embarcada para auxiliar técnicos de campo e vigilantes dos carros-fortes, para fins de manutenção dos caixas eletrônicos e para proporcionar mais segurança no transporte de valores e recarga dos terminais, é outro estudo em andamento.

Alavancando a economia

Localizado em "ambiente controlado" em Alpahville, na região metropolitana de São Paulo, o dispositivo, salientam as empresas, já apresenta avanços propostos pelas especificações da nova rede, como alta disponibilidade do serviço de telecom, menor tempo de resposta e maior velocidade para todas as aplicações ativas no caixa.

"Estamos fortemente comprometidos com a transformação digital das empresas e queremos construir ainda mais oportunidades para ir além da conectividade", defende Antônio João Filho, diretor-executivo da Embratel para mercado financeiro.

Parceria, segundo as companhias, permitirá o desenvolvimento de aplicações inéditas com a nova rede.Parceria, segundo as companhias, permitirá o desenvolvimento de aplicações inéditas com a nova rede.Fonte:  Reprodução 

"Entendemos que essa união entre os diversos players que trabalham em indústrias complementares é fundamental para desenvolvermos soluções diferenciadas", finaliza Rodrigo Duclos, diretor de Inovação da Claro.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.