Justiça decide se Trump ajudou Microsoft em contrato de US$ 10 bi

1 min de leitura
Imagem de: Justiça decide se Trump ajudou Microsoft em contrato de US$ 10 bi
Imagem: Chip Somodevilla/Getty Images
Avatar do autor

Um tribunal federal dos EUA decidiu ontem (28) prosseguir com o processo judicial da Amazon para bloquear um contrato de US$ 10 bilhões (R$ 53,5 bilhões) entre a Microsoft e o Pentágono. A juíza Patricia Campbell-Smith disse não descartar a possibilidade de que o ex-presidente Donald Trump tenha interferido a favor da dona do Windows.

Nas alegações do processo, a Amazon afirma que, além de a Microsoft não ter capacidade técnica para atender às necessidades militares, a escolha foi tendenciosa contra a Amazon devido à notória animosidade do ex-presidente em relação a Jeff Bezos que, além de proprietário da gigante de Seattle, é igualmente dono do jornal The Washington Post, um tradicional crítico das políticas de Trump.

A ação judicial refere-se à escolha da Microsoft para implantar o chamado sistema de computação em nuvem JEDI, orçado em US$ 10 bilhões, com o Departamento de Defesa. Na época, a emissora CNBC divulgou uma reportagem afirmando que Trump teria dito ao então secretário de Defesa James Mattis (também citado no processo) para “ferrar a Amazon”.

O que irá ocorrer agora no processo da Amazon?

Fonte: Alex Castro/The Verge/ReproduçãoFonte: Alex Castro/The Verge/ReproduçãoFonte:  Alex Castro/The Verge 

Segundo a Bloomberg, o que ocorre a partir da decisão da juíza Campbell-Smith é que a Amazon poderá demandar que o próprio Trump e o ex-secretário Mattis compareçam perante o tribunal para testemunhar. O vice-presidente de comunicações da empresa comemorou a decisão judicial e reiterou que há “muitas falhas materiais na avaliação do Departamento de Defesa”.

A Microsoft tentou minimizar a ocorrência, dizendo que a decisão processual muda pouca coisa, pois a equipe de compras do Departamento de Defesa escolheu a empresa de Redmond após uma dupla revisão da proposta. Segundo o porta-voz Frank Shaw, “muitos outros grandes e sofisticados clientes fazem esse tipo de escolha todas as semanas”.

O Departamento de Defesa já havia se manifestado em janeiro sobre o caso, dizendo temer que uma longa batalha judicial possa atrasar o processo de implantação do sistema de modernização de infraestrutura JEDI.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Justiça decide se Trump ajudou Microsoft em contrato de US$ 10 bi