Bancos serão obrigados a ofertarem agendamento de PIX

1 min de leitura
Imagem de: Bancos serão obrigados a ofertarem agendamento de PIX
Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Avatar do autor

Instituições financeiras que disponibilizam o PIX como modalidade de pagamento terão que implementar uma nova função até o dia 1º de setembro de 2021.

Essa é a nova data limite estabelecida pelo Banco Central para que todos os participante implementem o Pix Agendado, uma forma de envio de dinheiro em datas posteriores com o horário escolhido por você, bastando ter apenas a chave do destinatário e selecionar uma data.

Por enquanto, a medida até existe, mas é facultativa para quem já tiver a estrutura pronta para oferecer a função. O prazo agora vale para que todos os bancos "façam os ajustes necessários no sistema e interfaces", de acordo com a Agência Brasil.

Mais um prazo

Além disso, o Banco Central ampliou o prazo para a obrigatoriedade da implementação do Pix Cobrança. Esse recurso permite cobrança com dia de vencimento a partir de leitura de um QR Code — quase como um boleto bancário simplificado.

O novo prazo para que todos os bancos se adequem à ferramenta é 1º de julho de 20201. Quem ainda não conseguir adicionar o recurso completo entre os dias 14 de maio e 30 de junho deste ano precisa ao mínimo implementar a leitura e o pagamento de QR Codes em data fixa contida no código.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Bancos serão obrigados a ofertarem agendamento de PIX