Volkswagen segue passos da Tesla e ações disparam

1 min de leitura
Imagem de: Volkswagen segue passos da Tesla e ações disparam
Imagem: Bloomberg
Avatar do autor

Parece que a Volkswagen vai aos poucos abrindo seu caminho na transição elétrica, mercado que pretende dominar através de pesados investimentos, como os € 35 bilhões (R$ 233,5 bilhões) anunciados pelo CEO Herbert Diess. No entanto, o mercado ainda não havia se sensibilizado com as ambiciosas promessas. Pelo menos até agora.

Bastou a montadora alemã anunciar, na terça-feira (16), a construção de seis fábricas de baterias próprias na Europa até 2030, um movimento claramente inspirado na estratégia da Tesla, para que o preço das ações subisse 16% e mais 25% na quarta-feira (17). Esses números são significativos para uma empresa como a VW que agora contabiliza um crescimento superior a 100% nos últimos seis meses.

Fonte: Volkswagen/DivulgaçãoFonte: Volkswagen/DivulgaçãoFonte:  Volkswagen 

Além do anúncio de investimentos que acenam para uma autonomia na produção de baterias tracionárias, uma manifestação parece ter impressionado os grandes players do mercado: a própria realização, pela VW, do Power Day (Dia da Energia) no início da semana (15), evento que, à semelhança do Dia da Bateria da Tesla, foi inteiramente dedicado à mobilidade e ao anúncio dos 70 carros elétricos que a alemã promete colocar nas ruas até 2030.

Embora notícias sobre os elétricos VW ID.3 e ID.4, lançados no segundo semestre do ano passado, tenham sido bem recebidas, parece que o ponto-chave da apresentação, foi o anúncio do novo sistema próprio de baterias, aos moldes da Tesla, que serão fabricadas em um mesmo formato. A mensagem parece ter encantado a todos, exceto, naturalmente, aos atuais fornecedores, as coreanas LG e SK.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.