Nubank quer mulheres em 50% dos cargos de gestão até 2025 no máximo

1 min de leitura
Imagem de: Nubank quer mulheres em 50% dos cargos de gestão até 2025 no máximo
Imagem: Nubank
Avatar do autor

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, que acontece nesta segunda-feira (8), a fintech brasileira Nubank anunciou novas medidas corporativas para ampliar a igualdade e a diversidade no ambiente de gestão da empresa.

De acordo com a companhia, o objetivo é contratar 3.300 mulheres para ocuparem cargos de liderança no máximo até 2025, tentando reduzir ainda mais esse prazo. Caso seja de fato cumprida, a meta faria com que ao menos metade dos postos fossem ocupados por elas.

Até o momento, mulheres são 41% do total de funcionários, sendo que ocupam 39% dos cargos de gestão do Nubank — com destaque para a cofundadora, Cristina Junqueira, que já atua há quase oito anos na instituição. A companhia também oferece licença maternidade por um prazo expandido e revelou que 93% das pessoas que têm filhos optaram pela saída de seis meses.

Monique Evelle.Monique Evelle.Fonte:  Nubank 

Em fevereiro, a fintech já havia anunciado a contratação de Monique Evelle para atuar como consultora em um centro de tecnologia e inovação da empresa em Salvador.

Atualmente, a companhia já acumula 34 milhões de clientes e tem uma avaliação de mercado que ultrapassa os US$ 25 bilhões.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Nubank quer mulheres em 50% dos cargos de gestão até 2025 no máximo