Microsoft teria negociado a compra do Pinterest

1 min de leitura
Imagem de: Microsoft teria negociado a compra do Pinterest
Imagem: Microsoft/Divulgação
Avatar do autor

A Microsoft, empresa do magnata Bill Gates, manteve conversas com executivos do Pinterest, com o objetivo de comprar a rede social. Segundo o Financial Times, as negociações duraram meses, mas atualmente "não estão mais ativas".

O interesse da Microsoft tem fins estratégicos. O fabricante do Windows tem tentado convencer grandes serviços online a usarem suas ofertas de nuvem Azure. A AWS da Amazon domina essa parte do mercado, e grandes nomes como o Pinterest poderiam atrair clientes adicionais do Azure. Com o Pinterest avaliado em US $ 51 bilhões, esta seria a maior compra da Microsoft até agora.

TikTok

A Microsoft tentou a mesma abordagem com o TikTok. Um acordo entre os dois teria fornecido à empresa dados importantes e atuaria como um anúncio gigante para seus parceiros e revendedores que tentam convencer as empresas a optarem pelo Azure e não pela AWS. A negociação não foi positiva para a empresa de Bill Gates.

O CEO, Satya Nadella, responsável pela Microsoft  desde 2014, já fez grandes acordos desde a sua entrada. Sua primeira aquisição foi o LinkedIn, por US $ 26,2 bilhões. Após alguns anos, um negócio de US $ 7,5 bilhões fez com que o GitHub ingressasse na gigante de softwares. Agora, a empresa está a alguns passos de finalizar a compra da Bethesda, braço de publicação norte-americano de jogos eletrônicos, avaliada em US $ 7,5 bilhões.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
Microsoft teria negociado a compra do Pinterest