Primeira fase do Open Baking começou; entenda como vai funcionar

1 min de leitura
Imagem de: Primeira fase do Open Baking começou; entenda como vai funcionar
Imagem: Pexels
Avatar do autor

Entrou em funcionamento nesta segunda-feira (o1) a primeira fase do Sistema Financeiro Aberto, o Open Banking no Brasil. A implementação será feita em quatro etapas, de forma gradual, até dezembro. O sistema já está presente em diversos países e promete revolucionar a indústria financeira do Brasil.

O conceito de Open Banking é baseado na abertura de opções para o consumidor, possibilitando que ele tenha mais liberdade para levar informações financeiras para onde achar melhor. O sistema possibilitará o compartilhamento de dados dos clientes - com autorização prévia - entre instituições financeiras. O processo será viabilizado por meio de APIs (Application Programming Interface), que ficarão responsáveis pela integração e intercâmbio de informações entre os sistemas.

Instituições financeiras de maior porte serão obrigadas a participar, entre elas estão Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica, Itaú, Santander, BNDES, Citibank e Credit Suisse. Na primeira fase, os bancos serão obrigados a divulgar dados detalhados sobre seus canais de atendimento, características e serviços.

Neste momento, não haverá compartilhamento de dados dos clientes. Informações cadastrais ou de transações financeiras só poderão ser compartilhadas entre instituições participantes autorizadas e supervisionadas pelo Banco Central na fase 2. O Banco garante que todos os dados estarão "plenamente seguros" dentro do sistema.

banco centralDados dos clientes não serão compartilhados na primeira fase de implementação (Fonte: Lorena Amaro/Banco Central do Brasil)Fonte: Lorena Amaro/Banco Central do Brasil

Etapas de implementação

A implementação deve acabar na quarta etapa, em 15 de dezembro. Ao longo do ano, as instituições devem atualizar seus sistemas para garantir mais segurança aos clientes.

Fase 1

O público poderá acessar informações sobre produtos, canais de atendimento e serviços dos bancos participantes. Os dados são relacionados a operações de crédito, contas de pagamento e depósito à vista ou de poupança.

Fase 2

Na segunda etapa, as instituições poderão compartilhar os dados de cadastro e de transações dos clientes em relação aos produtos e serviços dispostos na primeira fase. A etapa deve ser concluída até o dia 15 de julho.

Fase 3

A terceira fase é a chamada adesão de serviços. Nela, será permitido fazer a iniciação de pagamentos entre as instituições participantes, permitindo a transação fora do ambiente bancário, como em aplicativos. A etapa deve ser finalizada até 30 de agosto.

Fase 4

A quarta fase permitirá a expansão de outras informações do cliente, como investimentos, seguros e operações de câmbio que serão compartilhados entre as instituições. Ou seja, todos os serviços serão integrados na estrututa Open Banking. A etapa deve ser concluída até 15 de dezembro.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Primeira fase do Open Baking começou; entenda como vai funcionar