Samsung pode investir US$ 10 bi em nova fábrica de processadores

1 min de leitura
Imagem de: Samsung pode investir US$ 10 bi em nova fábrica de processadores
Imagem: Samsung
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Nesta sexta-feira (22), o site Bloomberg relatou que a Samsung cogita construir uma nova fábrica de alta tecnologia voltada para o desenvolvimento de processadores de 3 nm. O investimento multibilionário, estimado em quase U$ 10 bilhões, tem como alvo a cidade norte-americana de Austin, no estado do Texas e pode começar a ser construído ainda neste ano. Decisão pode promover mais segurança para os negócios da empresa nos Estados Unidos, fortalecendo sua presença perante as rivais, como a TMSC.

Acirrando a corrida, a Samsung prevê o início das operações de sua nova fábrica texana para 2023. A sul-coreana já começou os primeiros passos de seu plano e se tornou proprietária do terreno com área de 440 km² na cidade de Austin, possivelmente designado como o local do empreendimento. Se construída, a fábrica será a terceira fábrica da Samsung capaz de produzir processadores com uso de litografia ultravioleta extrema.

Segundo o site The Verge, um dos atuais desafios enfrentados pela Samsung seria a negociação de "controversas" taxas, subsídios e incentivos fiscais durante o governo de Biden — o Bloomberg, contudo, afirma que a empresa também pode prosseguir sem os benefícios. A construção da nova fábrica permitirá mais segurança aos negócios da sul-coreana nos Estados Unidos, além de diminuir sua distância na disputa com a TMSC, uma das atuais fabricantes de processadores para a Apple, entre outras empresas.

Apesar da Samsung já possuir presença industrial em Austin, sua capacidade de produção lá ainda é limitada à litografias mais lentas, como a de 14 nm. (Fonte: Sammobile / Reprodução)Apesar da Samsung já possuir presença industrial em Austin, sua capacidade de produção lá ainda é limitada à litografias mais lentas, como a de 14 nm. (Fonte: Sammobile / Reprodução)Fonte:  Sammobile 

Nesse contexto, a sul-coreana parece estar se adaptando à nova tendência de mercado das grandes empresas, como a Google, Amazon e Microsoft. As gigantes da tecnologia estão desenvolvendo soluções próprias para o processamento de seus dispositivos, deixando sua produção para empresas terceirizadas como a própria Samsung ou a TMSC. Sem tempo a perder, a Samsung já espera entregar seus processadores de 3 nm em 2022.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.