TikTok não será mais banido dos EUA

1 min de leitura
Imagem de: TikTok não será mais banido dos EUA
Imagem: TikTok
Avatar do autor

Na quinta-feira (12), “dia D” para o fim do TikTok nos Estados Unidos, o Departamento de Comércio daquele país informou que não irá mais exigir que a plataforma social chinesa venda suas operações ou encerre suas atividades no país, como queria Donald Trump, atual presidente em seus últimos dias na  Casa Branca.

O anúncio, divulgado pelo Wall Street Journal, cumpre a decisão judicial de um tribunal federal da Pensilvânia que, no mês passado, determinou que a preocupação do TikTok com sua existência legal nos EUA era meramente hipotética, pois o Departamento de Comércio não teria poderes para pressionar a plataforma da forma como vinha fazendo.

Na sentença, a juíza Wendy Beetlestone citou que os conteúdos divulgados no TikTok são “expressões de filmes e obras de arte” que, portanto, estariam sob a proteção da Lei de Poder Econômico Internacional de Emergência, justamente uma norma de 1977 invocada pelo presidente americano para “isolar regimes criminosos”.

Nova postura

Fonte: Mercado Livre/ReproduçãoFonte: Mercado Livre/ReproduçãoFonte:  Mercado Livre 

A partir de ontem (12), o Departamento de Comércio reconheceu que irá cumprir a liminar do tribunal federal. Dessa forma, suas proibições ao TikTok “foram judicialmente suspensas e não entrarão em vigor, enquanto se aguardam novos procedimentos legais”.

Chegando à marca de 689 milhões de usuários ativos por mês, o TikTok é um dos aplicativos mobile mais populares do planeta. Depois de ficar sob o fogo cruzado de aquisições compulsórias, ações judiciais e sanções econômicas, a empresa parece estar se beneficiando do novo clima político norte-americano, com a derrota de Trump nas eleições presidenciais nos EUA.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
TikTok não será mais banido dos EUA