Relação de Apple e Foxconn está 'desmoronando', aponta reportagem

1 min de leitura
Imagem de: Relação de Apple e Foxconn está 'desmoronando', aponta reportagem
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Uma das maiores parceiras da Apple é a Foxconn, gigante chinesa da manufatura que é responsável pela fabricação de produtos como iPhones e iPads há anos. Porém, segundo o site The Information, o "casamento" entre as companhias não anda muito bem.

Em uma reportagem publicada para seus assinantes, o veículo descreve algumas situações que aconteceram entre as duas empresas nos últimos anos. Ao que parece, a empresa chinesa conseguiu irritar a Apple algumas vezes com suas atitudes para aumentar seus ganhos.

Terry Gou, comandante da Foxconn, e o CEO da Apple, Tim CookTerry Gou, comandante da Foxconn, e o CEO da Apple, Tim CookFonte:  The Information 

Em um dos casos descritos pelo The Information, a Foxconn teria inflado números para a Apple visando aumentar sua margem de lucro. A fabricante chinesa teria dito que precisava de mais funcionários do que o devido para a fabricação do iPad Pro de 2018.

Segundo o site, a Foxconn envia folhas de pagamento de funcionários infladas para a Apple constantemente, fingindo ter margens de lucro consideravelmente baixas.

Problemas na linha de montagem

De acordo com relatos, os números inflados não são a único problema na relação entre as empresas. Segundo o The Information, as duas companhias já brigaram por causa das linhas de montagem.

Segundo o The Information, a Apple acusou a Foxconn de exibir a linha de produção do MacBook de 12 polegadas para a Google. A dona dos iPhones chegou a solicitar gravações de câmeras de segurança para a fabricante chinesa, mas teve o pedido negado.

Fonte:  Business Insider 

Além disso, fontes apontam que a Foxconn utiliza equipamentos contratados pela Apple para fabricar dispositivos para outras empresas. Enquanto as linhas de montagem da Maçã estão ociosas, a empresa chinesa supostamente aluga a tecnologia para concorrentes como a Huawei.

Enquanto o clima parece pesado entre as companhias, a Apple ainda utiliza os serviços da Foxconn. Neste ano, porém, a firma de Cupertino começou a adotar parcerias fora da China por causa do Coronavírus. Ao que tudo indica, a empresa deve continuar a migração de suas linhas de montagem para outros locais, principalmente para a Índia. 

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
Relação de Apple e Foxconn está 'desmoronando', aponta reportagem