Grupo que luta contra os 30% da App Store ganha mais 20 membros

1 min de leitura
Imagem de: Grupo que luta contra os 30% da App Store ganha mais 20 membros
Imagem: 9to5Mac
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Epic Games e outras companhias lançaram em setembro a Coalition for App Fairness (CAF), organização que luta contra políticas abusivas de lojas como App Store. O movimento que batalha por políticas mais claras e a redução de taxas está ganhando força: recentemente, mais 20 empresas se uniram à causa.

De acordo com os membros organizadores, diversas empresas mostraram interesse no movimento. Os novos aplicativos que foram aprovados no CAF não possuem grande renome na indústria, mas atuam em diferentes áreas e mostram que o descontentamento é abrangente.

A organização disse ter recebido diversas mensagens de empresas interessadas em se unir ao movimentoA organização disse ter recebido diversas mensagens de empresas interessadas em se unir ao movimentoFonte:  Coalition for App Fairness 

Além de atuarem em diversos segmentos, os aplicativos que entraram também possuem sede em diferentes países e regiões do mundo. Ou seja, o problema também não está centralizado nos Estados Unidos.

Quem são os novos membros?

Abaixo, você confere a lista completa de aplicativos que agora também estão no movimento que luta por taxas melhores em lojas como a App Store.

Beonex (desenvolvimento)
Breath Ball (saúde)
Challenge by Eristica (social)
Cladwell (e-commerce)
Down Dog Yoga (fitness)
Gift Card Offerwall (software)
Green Heart Games (estúdio de games)
Imagine BC (software)
Passbase (negócios)
Qobuz (música)
QuackQuack (estilo de vida)
Qustodio (estilo de vida)
Safari Forever (jogo)
Schibsted (notícias)
Snappy Mob (software)
SpanishDict (educação)
Sygic (navegação)
Vertical Motion (software)
YARXI (educação)
Mobile Marketing Marketing Association (organização)

Segundo o TechCrunch, todos os aplicativos possuem reclamações sobre o sistema de distribuição de aplicativos utilizado pelas lojas atualmente. Assim como Epic Games e Spotify, a principal desavença das empresas é com a Apple.

O Passbase, por exemplo, oferece um serviço de login similar ao Sign In With Apple. A empresa teve sua ferramenta negada na App Store e acusa a Maçã de ter feito isso para evitar competição.

Já o aplicativo Challenge, da Eristica, estava no ar há sete anos e permitia desafiar amigos para angariar doações para caridade. A plataforma foi retirada do ar pela Apple por "incentivar comportamentos perigosos", segundo uma postagem feita no blog empresa.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
Grupo que luta contra os 30% da App Store ganha mais 20 membros