PIX permitirá saques em mercados e lojas no início de 2021

1 min de leitura
Imagem de: PIX permitirá saques em mercados e lojas no início de 2021
Imagem: Banco Central do Brasil/Reprodução
Avatar do autor

Em evento digital, o Banco Central afirmou que planeja lançar uma forma de saque através do PIX no primeiro trimestre de 2021. Breno Lobo e Carlos Brandt, ambos funcionários do BACEN, revelaram que a funcionalidade permitirá que usuários solicitem saques de um valor de sua própria conta corrente em qualquer estabelecimento e, através do PIX, o varejista entregaria o valor estipulado em espécie.

Comentada em uma entrevista durante um evento do Mobile Time nesta quinta-feira (22), a funcionalidade de saque integra uma lista com outros 15 novos recursos também previstos para 2021. O saque via PIX permitiria que o usuário efetuasse saque em qualquer estabelecimento, compensando o varejista com uma transferência PIX.

Breno Lobo, chefe de subunidade no departamento de competição e de estrutura do mercado financeiro, e Carlos Brandt, chefe-adjunto do departamento de competição e de estrutura do mercado financeiro (Decem), comentaram que o saque PIX é a prioridade “número 1” no roadmap de desenvolvimento de novidades do PIX.

a  Mobile Time/Reprodução 

Um pacote repleto de adições

A dupla afirma que está previsto o lançamento de:

  • API PIX para pagamentos entre empresas;
  • Cobrança PIX, que acompanhará a API, para recebimentos no modelo de boletos;
  • Pagamento com documentos, para compras e transferências de posses de ativos (carros, imóveis e outros bens).
  • Compra parcelada no débito

Esse último é o “PIX garantido”, onde o sistema de pagamento instantâneo efetua compras com parcelamento em débito e pagador não terá a possibilidade de cancelar o pagamento, garantindo que o vendedor receberá os valores nas datas estipuladas. Para essa ferramenta, ainda não há previsão para o lançamento.

a  Banco Central do Brasil/Reprodução 

O roadmap também inclui a introdução de pagamentos PIX por aproximação, com o uso de comunicação a curta distância da tecnologia NFC e o Split de pagamento. Ademais, está prevista a possibilidade de recolhimento de FGTS por meio do PIX para janeiro de 2021.

50 milhões de cadastros

Segundo o Mobile Time, o PIX superou a marca de 50 milhões de chaves cadastradas na última quinta-feira (22). Precisamente às 18h, totalizaram 50,4 milhões de inscrições, informa o Banco Central.

Até o momento, o modelo de chave mais popular é a atrelada ao CPF, correspondendo a 38% do total de cadastros. Em seguida, o tipo de chave por telefone celular toma 26%; o e-mail com 18%; chave aleatória com 16% e o CNPJ com somente 2%.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
PIX permitirá saques em mercados e lojas no início de 2021