Cofundador da OnePlus, Carl Pei deixa empresa após sete anos

1 min de leitura
Imagem de: Cofundador da OnePlus, Carl Pei deixa empresa após sete anos
Imagem: Wired
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

O executivo Carl Pei, um dos fundadores da OnePlus, anunciou que deixará a empresa. A informação foi revelada em uma publicação no fórum da fabricante de smartphones, após rumores apontarem a saída do cocriador da marca.

Em sua carta de despedida, o executivo fez agradecimentos à equipe da OnePlus e também ao CEO Pete Lau, que ajudou na fundação da companhia. Pei disse que o negócio começou quando ele tinha 24 anos de idade e só foi possível porque o parceiro de negócio deu uma chance "ao jovem sem um diploma e que tinha apenas um nome e um sonho."

Carl Pei entrou em contato via redes sociais com Pete Lau em 2012, e os dois fundaram a OnePlus no ano seguinteCarl Pei entrou em contato via redes sociais com Pete Lau em 2012, e os dois fundaram a OnePlus no ano seguinteFonte:  Android Central 

A OnePlus foi criada em 2013 e, durante os últimos sete anos, Carl Pei foi um dos principais rostos da companhia. O executivo disse que vai tirar uma folga da indústria e "seguir seu coração" em seus próximos passos.

Pete Lau tinha como principal projeto atualmente a OnePlus Nord, nova divisão de celulares intermediários da companhia. Segundo um documento vazado, o cargo possivelmente será assumido por Emily Dai, que cuidava dos negócios da empresa na Índia.

Nova empresa a caminho?

Apesar de Carl Pei não fornecer detalhes sobre o seu futuro no mercado, algumas especulações compartilhadas pelo TechCrunch apontam que o executivo abrirá uma nova empresa. Até o momento, porém, não existem detalhes extras sobre o assunto.

A saída do executivo da OnePlus também está rodeada de dúvidas, já que a empresa teve diversos lançamentos de sucesso nos últimos anos. Apesar do tom amigável na despedida de Pei, o Android Central aponta que o principal motivo para a saída do cofundador da empresa foi um conflito de poder com Pete Lau.

A OnePlus nunca foi muito clara em relação à cadeia de comando da empresa, mas Pete Lau é publicamente o CEO da firma. O executivo também conta com um cargo de poder na Oppo, que faz parte do mesmo grupo que a marca criada com Carl Pei e também da Realme.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
Cofundador da OnePlus, Carl Pei deixa empresa após sete anos