Google controla mais de 99% das buscas de compras online

1 min de leitura
Imagem de: Google controla mais de 99% das buscas de compras online
Imagem: Dono do negócio
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Mesmo com multa e mudança na política de acesso à plataforma, o Google segue no controle de mais de 99% do tráfego das buscas por compras online, pelo menos na Europa. A informação foi divulgada após estudo feito por 25 sites especializados em comparar preços.

Google Shopping permite que usuários procurem produtos em sites online Google Shopping permite que usuários procurem produtos em sites online Fonte:  Google 

O documento, que contou com a análise de 10,5 bilhões de cliques, mostrou que menos de 1% do direcionamento de tráfego, do Google Shopping, teve como destino empresas como Kelkoo e Idealo, especializadas na comparação de preço online.

"Menos de 1% (dos usuários) vão conseguir ver um site rival, porque as listagens nas unidades do Google Shopping —caixas que aparecem acima de principais resultados de pesquisa— remetem diretamente a sites de varejistas", disse Thomas Hoppner, advogado responsável por assessorar as empresas que encomendaram o estudo.

Problema já gerou multa

Em 2017, o Google realizou uma reformulação de como era feita a pesquisa de compras por meio do Google Shopping. Tudo devido a reclamações de abuso e pouco espaço oferecido aos seus concorrentes. A gigante de tecnologia chegou a ser multada em 2,4 bilhões de euros, cerca de R$ 16 bilhões. Segundo a União Europeia, as medidas tomadas há três anos tiveram pouco impacto no mercado atual.

Hoppner falou que as empresas continuam em desvantagem, pois sites de varejistas seguem aparecendo na frente dos especializados em comparação de preço. O advogado ressaltou que o Google ainda segue sendo uma ameaça e que a visibilidade e lucratividade de seus concorrentes caíram pela metade.

O Google se pronunciou sobre o estudo, confira a nota:  "Esses números ignoram os fatos da decisão de compra. O remédio funcionou com sucesso durante três anos, gerando bilhões de cliques para mais de 600 serviços de comparação de preços, e está sujeito a intenso monitoramento da Comissão da UE".

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
Google controla mais de 99% das buscas de compras online