Eleições 2020: aplicativo Mesário começa treinamento nesta terça

1 min de leitura
Imagem de: Eleições 2020: aplicativo Mesário começa treinamento nesta terça
Avatar do autor

Quem se voluntariou ou foi convocado para ser mesário nas eleições deste ano vai receber capacitação a partir desta terça, 1º de setembro. Por conta da pandemia provocada pelo novo coronavírus, o treinamento vai acontecer através do Portal de Educação a Distância do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e pelo aplicativo Mesário, da Justiça Eleitoral (já disponível na App Store e Play Store).

Segundo o TSE, "somente em casos excepcionais, como problemas na conexão com a internet ou a falta de acesso às plataformas digitais, o treinamento será presencial, seguindo-se os os protocolos de segurança sanitária".

Os mesários chamados pela Justiça Eleitoral vão encontrar, na carta de convocação, o local (no caso de treinamento presencial), a data, a turma e a chave de inscrição para o curso. No caso dos mesários voluntários, as convocações poderão ser enviadas por email, WhatsApp ou SMS.

O aplicativo 2020 para mesários do TSE já está disponível para download.O aplicativo 2020 para mesários do TSE já está disponível para download.Fonte:  TSE/Reprodução 

O treinamento será dado em um dia. Segundo o TSE, "o certificado de conclusão expedido somente terá validade para comprovar a convocação pela Justiça Eleitoral se estiver acompanhado de declaração ou certidão emitida por um cartório eleitoral", a ser fornecida somente depois de cada turno da eleição.

Eleições postergadas

No início de julho, o Congresso Nacional aprovou postergar as eleições deste ano, que se realizariam nos dias  4 e 25 de outubro,  para 15 e 29 de novembro. A decisão foi defendida pelo TSE e por profissionais da área de saúde. O texto aprovado ainda prevê a data limite de 27 de dezembro para as eleições em cidades com número alto de casos de covid-19.

A identificação biométrica está suspensa, por conta da pandemia de covid-19.A identificação biométrica está suspensa, por conta da pandemia de covid-19.Fonte:  TSE/Roberto Jaime 

Outra modificação no processo eleitoral deste ano é a eliminação da identificação biométrica, cuja obrigatoriedade foi suspensa pelo presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, a conselho do grupo de médicos que presta consultoria ao tribunal.

Eleições 2020: aplicativo Mesário começa treinamento nesta terça