Mercado de celulares só deve se recuperar em 2022, diz relatório

1 min de leitura
Imagem de: Mercado de celulares só deve se recuperar em 2022, diz relatório
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

A empresa de consultoria IDC liberou um novo relatório a respeito do mercado global de celulares para o segundo semestre de 2020 e os próximos anos. As perspectivas a curto prazo não são otimistas, mas o documento traz um horizonte positivo para o setor.

De acordo com o documento, o mercado de smartphones vai se recuperar totalmente dos efeitos da pandemia do novo coronavírus somente em 2022. Em 2020, a previsão é de que o setor caia em 9,5% em relação ao ano anterior, com 1,2 bilhão de unidades enviadas para comercialização. 

As vendas crescerão gradualmente nos próximos meses, impedindo uma queda ainda mais radical. Para 2021, o crescimento deve ser de 9%, devolvendo o setor à posição original. Por isso, só em 2022 um aumento realmente significativo será registrado.

5G

Outra previsão da IDC diz respeito ao 5G. A nova geração de conectividade móvel, que é aos poucos implementada em algumas regiões, estará presente em cada vez mais celulares nos próximos anos.

A evolução dos dispositivos 5G no mercado.A evolução dos dispositivos 5G no mercado.Fonte:  IDC 

Mais especificamente, em 2023 o mercado já será formado em 50% por modelos com 5G — sendo a China a principal responsável por comandar essa evolução. A popularização da tecnologia também levará a aparelhos com um preço de venda cada vez menor. O objetivo é atingir daqui a três anos o padrão de dispositivos vendidos a uma média de US$ 495, ou R$ 2,6 mil em conversão direta de moeda.

O relatório completo da IDC está disponível no site da consultora em inglês.

Fontes

Mercado de celulares só deve se recuperar em 2022, diz relatório