Pioneira dos notebooks, Toshiba abandona segmento após 35 anos

1 min de leitura
Imagem de: Pioneira dos notebooks, Toshiba abandona segmento após 35 anos
Imagem: Wikipedia
Avatar do autor

A última terça-feira, 4 de agosto, foi uma data marcante para o mercado dos computadores portáteis. A fabricante japonesa Toshiba, uma das pioneiras no setor, vendeu a sua última parcela de participação no setor de laptops e está oficialmente fora do segmento pela primeira vez em 35 anos.

O dia marcou a transferência total das ações da Dynabook para a Sharp, que já era a dona de 80% subsidiária desde 2018, quando ela ainda se chamava Toshiba Client Solutions (TCS). De acordo com o contrato assinado, a empresa poderia exercer uma opção de compra no final do primeiro semestre de 2020, que foi a decisão tomada pela marca.

Após encarar uma crise financeira há alguns anos, a Toshina foi obrigada a negociar algumas de suas divisões de produtos para o consumidor. O setor de televisores foi para a Hisense e o de memórias passou para o controle do grupo de investimentos Bain Capital. A companhia passou a focar em equipamentos corporativos e industriais, incluindo robôs e supercomputadores.

Muita história

Mas por que essa mudança é tão importante? Para explicar isso, é preciso voltar para 1985, quando a Toshiba lançou no Japão o modelo T1100. Esse é considerado um dos primeiros (ou até o primeiro, dependendo da fonte e da classificação) computadores portáteis do mundo. Desde esse lançamento até 2020, a Toshiba tinha ao menos um pé no setor de laptops que ela mesma ajudou a criar.

O Toshiba T1100.O Toshiba T1100.Fonte:  Wikipedia 

O TecMundo já contou a história da Toshiba em um especial, incluindo a lendária parceria com a brasileira Semp.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes

Pioneira dos notebooks, Toshiba abandona segmento após 35 anos