TikTok pode se separar da ByteDance e virar empresa independente

1 min de leitura
Imagem de: TikTok pode se separar da ByteDance e virar empresa independente
Imagem: https://pixabay.com/pt/photos/tiktok-meios-de-comunica%C3%A7%C3%A3o-sociais-5369003/
Avatar do autor

A ByteDance, dona do aplicativo de vídeos curtos mais popular do mundo, o TikTok, está estudando a possibilidade de tornar o app uma empresa à parte, e operada, majoritariamente, por investidores americanos.

Vendendo uma parte para não perder tudo

A ByteDance está avaliando tomar uma série de decisões, que envolvem a abertura de capital da companhia, a separação do TikTok, e ainda a abertura de capital da própria empresa do app após a separação.

Se essas ações ocorrerem como esperado, o valor de mercado da empresa mãe deve ficar avaliado em cerca de US$ 100 bilhões, enquanto que “a” TikTok valeria em torno de US$ 50 bilhões.

Foi confirmado que a ByteDance entrou em contado com os investidores americanos Sequoia e General Atlantic. A ideia seria se separar do TikTok, que se tornaria uma empresa mantida por uma maioria de investidores americanos, enquanto a ByteDance seria acionista minoritária.

Uma das maiores febres sociais dos últimos tempos, o TikTok corre o risco de ser banido dos EUA.Uma das maiores febres sociais dos últimos tempos, o TikTok corre o risco de ser banido dos EUA.Fonte:  Pixabay 

A ByteDance também está tentando instalar escritórios para suas operações não-chinesas, incluindo a TikTok, em outros países. Os principais candidatos são EUA, Reino Unido, Irlanda e Cingapura. No início de julho, a empresa estava à procura de uma área de até 2.800 m² em Londres, que poderia abrigar até mil funcionários.

TikTok pode ser banido dos EUA

A decisão de tornar o TikTok uma empresa independente e “não-chinesa” está ligada ao risco que o app corre de ser banido dos EUA, onde está sendo investigado pelo Comitê de Investimentos Estrangeiros (CFIUS, na sigla em inglês).

Na quarta-feira (29), o presidente americano, Donald Trump, afirmou que o app vem sendo analisado e uma decisão poderá ser tomada a qualquer momento. Em outra ocasião, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse que o app poderia ser completamente banido do país.

A razão para a preocupação americana com o app seria uma suposta questão de segurança nacional. Teme-se que o TikTok possa espionar os usuários e ceder seus dados pessoais para o governo chinês, acusações ainda totalmente sem base em evidências.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
TikTok pode se separar da ByteDance e virar empresa independente