PIX recebe 980 solicitações de adesão, informa Banco Central

1 min de leitura
Imagem de: PIX recebe 980 solicitações de adesão, informa Banco Central
Imagem: Banco Central do Brasil/Reprodução
Avatar do autor

Meses antes do lançamento, o PIX (Pagamento Instantâneo) já recebeu 980 solicitações de adesão por empresas, informa o Banco Central. Com introdução marcada para novembro deste ano, o sistema fornecerá contas para os 120 solicitantes configurados como participantes diretos; os demais 860 dependerão de um representante para gerenciar uma conta, caracterizados como participantes indiretos.

Segundo as regras do programa, todas as instituições financeiras com mais de 500 mil contas transacionais ativadas são obrigadas a atuar como participantes diretos do PIX. Até o momento, o Banco Central afirma que nenhuma deixou de se inscrever. Entre elas, os cinco maiores bancos brasileiros já foram cadastrados: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú e Santander. Bancos digitais também foram incluídos, como Banco Inter, BS2, C6, Original e Nubank.

Carteiras digitais e redes de adquirência também fazem parte da lista de solicitantes. Mercado Pago, PagSeguro, PayPal, PicPay marcam presença na adesão do PIX, assim como Cielo, Rede, Store e SumUp.

No grupo de indiretos, a lista é majoritariamente composta por filiados a bancos cooperativos e confederações, federações e centrais de crédito cooperativas. A lista completa de participantes está disponível no site do Banco Central do Brasil.

A próxima etapa é o processo de homologação desses pedidos até a data de lançamento do PIX. Vale mencionar que a caracterização da instituição — seja participante direta, seja indireta — não interfere no funcionamento do serviço para o consumidor final. Ambos poderão adotar o PIX e promovê-lo em seus apps ou sites para seus clientes.

Leia tambémTudo sobre o PIX: sistema para acabar com TED, DOC e até bandeira de cartão

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
PIX recebe 980 solicitações de adesão, informa Banco Central