Slack e Amazon se unem para enfrentar Microsoft Teams e Zoom

1 min de leitura
Imagem de: Slack e Amazon se unem para enfrentar Microsoft Teams e Zoom
Imagem: Slack
Avatar do autor

A guerra pelo mercado de mensageiros corporativos ganhou um novo capítulo. A plataforma Slack, uma das mais requisitadas nesse setor, fechou um acordo de vários anos com a gigante Amazon para aproveitar a tecnologia da empresa e tentar reduzir o crescimento do rival Microsoft Teams e de serviços como o Zoom.

Segundo o site The Verge, o acordo traz benefícios para ambos os lados. Para começar, todos os funcionários da Amazon agora devem migrar para o Slack, e o mensageiro vai utilizar a plataforma Amazon Chime para fazer chamadas de áudio e vídeo, além de ampliar o uso dos serviços em nuvem a partir do Amazon Web Services (AWS).

Boas perspectivas

Segundo o vice-presidente de negócios do Slack, Brad Armstrong, o app nunca utilizou o Microsoft Azure, mas agora a plataforma da Amazon será dominante em setores como armazenamento, bancos de dados, segurança, análises e machine learning. E o uso do Chime será um reforço em uma área ainda pouco usada do Slack, mas que cresceu bastante durante a pandemia do novo coronavírus.

A integração de funções entre as duas empresas também deve aumentar, o que significa melhor uso de recursos como AWS Chatbot. Por enquanto, não há um prazo para o acordo entrar em vigor ou para que os colaboradores da Amazon adotem o Slack em definitivo.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Slack e Amazon se unem para enfrentar Microsoft Teams e Zoom