Cibersegurança: como é uma carreira na área

2 min de leitura
Imagem de: Cibersegurança: como é uma carreira na área
Imagem: Pexels/Divulgação
Avatar do autor

A cibersegurança é uma das áreas de maior expansão atualmente e com uma perspectiva de crescimento positiva para os próximos anos. Com tanta demanda, as oportunidades dentro desse setor também aumentam.

Você está pensando em começar uma carreira em cibersegurança? Saiba mais sobre essa profissão e como pode atuar nela.

Um setor para cada habilidade

Por ser uma área bastante ampla, a cibersegurança pode ser dividida em diversos setores, cada um necessitando de uma habilidade e qualificação diferentes.

Segurança da rede

O profissional desse setor é responsável por garantir que todos os componentes de rede da empresa estejam protegidos contra ameaças e possíveis vazamentos de informações, ou seja, costuma ser a primeira linha de defesa da organização. Para trabalhar nesse departamento, é necessário ter conhecimento em protocolos de segurança de rede e sobre as ameaças mais comuns a esses sistemas.

A área da cibersegurança conta com diversos setores de atuaçãoA área da cibersegurança conta com diversos setores de atuaçãoFonte:  Pexels/Divulgação 

Segurança de informações e dados

Quem atua nessa área precisa proteger os dados da empresa, inclusive os dos usuários, contra roubos, mudanças e remoção. Para ser um bom especialista nesse tipo de cibersegurança, o profissional precisa ter conhecimento em gerenciamento de riscos, políticas ISO e arquitetura de segurança.

Segurança da nuvem

Com tantos arquivos e dados sendo compartilhados na nuvem, não é à toa que existe uma área da cibersegurança totalmente dedicada para a situação. O profissional dessa área garante que os usuários façam o uso seguro de aplicativos, da web e de transferência de arquivos. Para atuar nesse setor, é interessante conhecer linguagens de programação, como a Phyton, e plataformas de serviços na nuvem, como a Amazon AWS.

Segurança de aplicação

Nesse departamento, o especialista fica responsável por encontrar e ajustar vulnerabilidades no código-fonte dos computadores, web e dispositivos móveis. É interessante que esse profissional seja familiarizado com, pelo menos, uma linguagem de programação.

Em muitas das áreas da cibersegurança, saber programação é uma habilidade importanteEm muitas das áreas da cibersegurança, saber programação é uma habilidade importante.Fonte:  Pexels/Divulgação 

Segurança de terminais

Esse setor permite aos servidores se comunicarem de forma segura com os terminais, o que pode incluir dispositivos pessoais. Os profissionais dessa área da cibersegurança estão diretamente envolvidos em desenvolver e configurar plataformas de proteção, garantindo que os terminais sejam compatíveis.

Preciso de diploma para atuar na área de cibersegurança?

Apesar de não ser obrigatório, dependendo da empresa e da área de atuação o diploma pode fazer diferença. Cursos de informática ou de tecnologia da informação podem ser o primeiro passo para lhe dar uma base de cibersegurança e facilitar o início da sua carreira. Além disso, profissionais que têm conhecimento prévio na área costumam ter um salário inicial maior.

Depois de fazer os cursos mais gerais, uma boa ideia é se especializar nas questões mais focadas na segurança cibernética. Como vimos acima, alguns setores também pedem um certo nível de conhecimento em linguagens de programação. Então, tenha isso em mente antes de decidir qual é a área da cibersegurança que você deseja seguir.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Cibersegurança: como é uma carreira na área