Facebook tem aumento de usuários e engajamento no começo de 2020

1 min de leitura
Imagem de: Facebook tem aumento de usuários e engajamento no começo de 2020
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

O Facebook anunciou nesta quarta-feira (29) os resultados fiscais da empresa para o primeiro trimestre de 2020. No geral, a empresa teve um desempenho acima do esperado em quase todos os setores.

A receita gerada pela companhia nos três primeiros meses do ano totalizou US$ 17,74 bilhões, um aumento de 18% se comparado ao mesmo período de 2019 e mais do que o esperado por analistas de mercado. O resultado líquido, já com gastos e taxas subtraídos, ficou em US$ 4,9 bilhões. A quantidade de usuários ativos mensais cresceu em 10% e chegou a 2,6 bilhões de pessoas.

Já a quantidade de usuários nos aplicativos paralelos da companhia, que incluem o Instagram e o WhatsApp, é de 2,99 bilhões de pessoas utilizando os serviços todos os meses — um número também ascendente.

Impactos da covid-19

A pandemia do novo coronavírus não chegou a prejudicar as metas do Facebook. Na verdade, a companhia reconhece que, em alguns setores, chegou a ser beneficiada por medidas de quarentena.

O comunicado oficial da empresa nota que houve uma "redução significativa na demanda por publicidade, assim como uma queda na precificação de nossos anúncios nas últimas três semanas do primeiro trimestre" — afinal, diversas companhias e até usuários podem estar com o orçamento afetado pelo momento atual.

Por outro lado, o engajamento subiu, já que medidas de isolamento social e fechamento de estabelecimentos fizeram com que pessoas passassem mais tempo em casa. "Esperamos perder um pouco desse engajamento aumentado quando várias restrições do isolamento em casa forem relaxadas no futuro", diz a rede social.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Facebook tem aumento de usuários e engajamento no começo de 2020