Intel promete melhorar desempenho de vídeo integrado no Linux

1 min de leitura
Imagem de: Intel promete melhorar desempenho de vídeo integrado no Linux
Avatar do autor

A Intel anunciou que um novo driver para suas APUs Ice Lake vai melhorar o desempenho da placa de vídeo integrada em sistemas Linux. Foi descoberto que os gráficos integrados da Intel se saem melhor com o esquema de economia de energia ativado em vez do esquema de alto desempenho.

Isso ocorre devido aos "P-states" que o Linux usa em conjunto com o hardware da Intel, que visa resolver um problema de gargalo na comunicação de E/S (entrada e saída), mas acaba gerando uma latência mais alta entre o processador e o vídeo integrado.

No momento, Francisco Jerez, um dos desenvolvedores de drivers de código aberto da Intel, está trabalhando em um driver que fará o processador não desperdiçar ciclos com os dispositivos de E/S, já que a frequência desse barramento não acompanha a frequência do processador.

Ganho de desempenho dos gráficos integrados Intel, em jogos, após o novo driver para Linux. (Fonte: PC Mag/Reprodução)Ganho de desempenho dos gráficos integrados Intel, em jogos, após o novo driver para Linux. (Fonte: PC Mag/Reprodução)Fonte:  PC Mag 

Em paralelo, o processador deverá manter uma frequência mínima, consumindo a menor quantidade de energia possível sem impactar a latência de comunicação entre a CPU e a GPU. Como podemos ver na imagem acima, Jerez conseguiu até 43% mais desempenho nos testes iniciais com jogos; em outros aplicativos, o ganho foi de até 15%. No entanto, esses resultados poderão variar dependendo do sistema de refrigeração do equipamento e da carga de trabalho em processos multitarefa.

O novo driver da Intel para os esquemas de energia no Linux mostra que, embora o recurso de aumentar a frequência da CPU de acordo com a carga de trabalho, para otimizar o consumo de energia, tenha sido introduzido há mais de 1 década, arquiteturas recentes vão continuar demandando novas abordagens nessa interação entre o sistema, a CPU e a GPU.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Intel promete melhorar desempenho de vídeo integrado no Linux