Favela cria operadora de celular exclusiva para atender moradores

1 min de leitura
Imagem de: Favela cria operadora de celular exclusiva para atender moradores
Avatar do autor

A popularização da telefonia celular e da internet eram promessas de facilitar a comunicação em todas as camadas sociais, funcionando como ferramenta de inclusão social, mas nem sempre isso ocorre como deveria. Era o caso dos moradores de Paraisópolis, segunda maior favela de São Paulo, que sofriam com o péssimo atendimento, planos caros e falta de sinal das operadoras de telefonia convencionais. Para sanar esses problemas, a comunidade agora possui sua própria operadora: a Paraisópolis Celular.

De 1400 a 1500 chips vendidos por mês

A Paraisópolis Celular é uma parceria entre a Associação Comercial de Paraisópolis e a empresa brasileira de tecnologia Dry Company. A operadora começou a operar em novembro de 2019, com a pretensão de atender aos mais de 100 mil moradores da favela. Nesses quatro meses de funcionamento, são vendidos de 1400 a 1500 chips por mês.

Fonte: Instagram/@paraisopoliscelular/Divulgação

Como a grande parte dos moradores de Paraisópolis usa as chamadas de voz para se comunicar com parentes do norte e nordeste do país, faz sentido que todos os planos tenham chamadas ilimitadas para qualquer DDD. Por enquanto, o foco é o segmento pré-pago, com planos que vão de R$ 20 a R$ 75. Todos os pacotes incluem WhatsApp ilimitado e o que sobrar da franquia de dados por ser reaproveitado no mês seguinte.

A Dry Company fornece o suporte técnico e a estrutura tanto da rede de telefonia como do funcionamento da loja, por meio de uma rede compartilhada, que utiliza rede de outras operadoras. Já a Associação Comercial é responsável por manter a boa experiência dos usuários. Parte da renda é destinada a projetos sociais da própria comunidade.

Inclusão social como ela deve ser

O diretor da Dry Company, Ronaldo Yoshida, disse que esse é o primeiro projeto desse tipo no mundo. “Não há nada parecido em nenhum outro lugar”, disse ao UOL.

Uma moradora da comunidade ressalta a importância da operadora ao lembrar que já precisou ser avisada por uma vizinha que seu filho havia passado mal na escola, já que o sinal da antiga operadora não pegava bem no local.

A Paraisópolis Celular mantém um app para os usuários e está buscando parcerias para disponibilizar benefícios por meio dele, como descontos em farmácias e outros estabelecimentos.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
Favela cria operadora de celular exclusiva para atender moradores