Delta investe US$ 1 bilhão para reduzir emissões de carbono em aviões

1 min de leitura
Imagem de: Delta investe US$ 1 bilhão para reduzir emissões de carbono em aviões
Avatar do autor

A companhia aérea Delta anunciou nesta sexta-feira (14) um plano ambicioso para os próximos dez anos: reduzir ao máximo as emissões de carbono em todas as suas operações, incluindo nas aeronaves. Ao todo, US$ 1 bilhão será investido nesse para ajudar a cumprir esse objetivo.

De acordo com o anúncio oficial do projeto, a ideia é virar a primeira empresa de linhas aéreas neutra em carbono — ou seja, não necessariamente cortar essa prática, mas sim contabilizar todas as operações e compensá-las com outras atividades. Ao todo, a indústria da aviação é responsável 2% das emissões de dióxido de carbono de todo o mundo. E, no caso da Delta, 98% do total vêm da atividade das aeronaves.

O programa inclui metas de redução de carbono ao renovar a frota e melhorar desempenho do motor para gastar menos combustível — ou então utilizar substâncias sustentáveis no lugar. Já outras ideias exigem tirar do papel projetos sustentáveis ainda não possíveis na prática, ou então apostar em tecnologias que não envolvam diretamente o segmento da empresa.

Em busca da neutralidade

A companhia se comprometeu a investigar formas de remover emissões da atmosfera e promover técnicas como conservação do solo e restauração de áreas como pântanos.

A estratégia ainda envolve as operações em terra firme, como distribuir parte do investimento em projetos de neutralização de emissões. A estratégia ainda envolve o comprometimento de investidores e funcionário, mas objetivos mais específicos serão revelados ao longo deste ano.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Delta investe US$ 1 bilhão para reduzir emissões de carbono em aviões