Xiaomi faz entregas sem contato para combater coronavírus

1 min de leitura
Imagem de: Xiaomi faz entregas sem contato para combater coronavírus
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A plataforma de varejo da Xiaomi, a Mi Store, lançou um serviço de entregas sem contato na China, como medida de segurança de saúde contra o coronavírus, que já matou mais de 600 pessoas e infectou mais de 30 mil no mundo. No Brasil, ainda não há caso confirmado.

De acordo com o post oficial da Xiaomi na rede social chinesa Weibo, o novo serviço está de acordo com os esforços do governo local para conter a infecção por coronavírus. A medida ajudará na prevenção e controle do risco de a epidemia de se espalhar ainda mais pela China continental.

A gigante chinesa chegou a fechar a sua Mi Store depois que preocupações foram levantadas, mas começará a operar logo após alguns reajustes internos.

(Fonte: Gizmochina/Reprodução)

O serviço de entrega está disponível 7 dias na semana, 12 horas por dia, a um preço de 99 Yuan, ou, aproximadamente, 60 reais.

Outras Iniciativas

A Meituan Takeaway, empresa de delivery de refeições da China, foi a primeira empresa a implantar o serviço de entrega sem contato em Wuhan. A possibilidade está disponível inicialmente em 184 cidades chinesas, e deve alcançar todo o país.

A Asus também oferece o serviço sem contato para reparos em seus dispositivos no local e de produtos enviados pelos clientes. O atendimento realizado no local passa a ter horário e local predeterminados para a entrega e retirada de produtos. A empresa afirma que desinfeta todos os produtos antes de enviarem de volta aos clientes.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Xiaomi faz entregas sem contato para combater coronavírus