MWC 2020 vs Coronavírus: quem está confirmado e quem desistiu da feira

1 min de leitura
Imagem de: MWC 2020 vs Coronavírus: quem está confirmado e quem desistiu da feira
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

“Com a segurança de seus funcionários, parceiros e clientes em mente, a LG decidiu deixar de participar do MWC 2020 ainda este mês em Barcelona (Espanha).  Essa decisão elimina o risco de expor centenas de funcionários da empresa a viagens internacionais, que já se tornaram mais restritivas à medida que o vírus continua se espalhando pelas fronteiras. Em vez de sua participação no MWC, a LG realizará eventos separados em um futuro próximo para anunciar seus produtos móveis para 2020.”

É isso: a LG está oficialmente fora do Mobile World Congress deste ano. O anúncio foi publicado ontem (4) na página da empresa.

A chinesa  ZTE é outra fabricante que também mudou de planos, mas por razões operacionais. Mesmo mantendo seu estande, cancelou seu encontro com a imprensa (Xiaomi, Vivo e Honor já confirmaram que estarão na feira, mas não se sabe ainda se manterão suas agendas). Um dos principais motivos é a dificuldade de conseguir vistos de viagem (cerca de 35 companhias aéreas já cancelaram suas rotas sobre a China).

Empresas como QualcommLenovo e Motorola também confirmaram que vão manter suas agendas na MWC 2020 como programado originalmente.

A MCW de Barcelona é a maior feira de smartphones do mundo. (Fonte: 9to5google/Reprodução)

Feira vai acontecer como programado

A organização do MWC 2020, mesmo com a propagação do coronavírus Wuhan (a cidade chinesa considerada o marco zero da doença) confirmou que ele vai acontecer.

A GSMA (grupo responsável pelo evento) também emitiu um comunicado sobre as medidas que estão sendo tomadas, como a implementação de “medidas para ajudar a mitigar a propagação do vírus”.

Entre elas, estão “maior programa de limpeza e desinfecção em todos os pontos de contato de alto volume, como corrimãos, banheiros, telas de toque públicas, etc; maior suporte médico; campanha de conscientização online e no local; disponibilidade de materiais de desinfecção para uso público; treinamento de funcionários e associados sobre medidas preventivas; e assessoria aos expositores na implementação de limpeza e desinfecção dos estandes.”

Comentários

Conteúdo disponível somente online
MWC 2020 vs Coronavírus: quem está confirmado e quem desistiu da feira