Lucro da Microsoft sobe 38% puxado por Azure e Office

1 min de leitura
Imagem de: Lucro da Microsoft sobe 38% puxado por Azure e Office
Avatar do autor

O lucro líquido da Microsoft no último trimestre fiscal, terminado em 31 de dezembro, alcançou o resultado de US$ 11,6 bilhões, um número que representa um aumento de 38% em relação ao mesmo período do ano anterior. As vendas da empresa superaram as expectativas dos analistas e a receita foi de US$ 36,9 bilhões no trimestre, frente a estimativa de US$ 35,7 bilhões. Os resultados foram impulsionados pelos serviços de nuvem como Azure e pelo Office 365.

O segmento de nuvem inteligente respondeu por quase um terço da receita da Microsoft, com US$ 11,9 bilhões gerados, um aumento de 27% em relação ao ano anterior. Somente a receita do Azure teve um incremento de 62%.

O Office 365 teve um aumento de 27% na receita e liderou o resultado dos produtos Office, que tiveram um aumento de 16% no trimestre. A base de assinantes do Office 365 Consumer chegou a 37,2 milhões.

O Windows também apresentou aumento nas vendas. O Windows OEM cresceu 18% e a versão Pro do sistema operacional alcançou um aumento de 26%, devido ao impulso antes do final do supoerte do Windows 7 e da demanda do Windows 10.

(Fonte: Pixabay)

Outros áreas, como o Surface tiveram um crescimento de receita em 6%, ainda que não tão expressiva como os produtos anteriores. A receita da área de hardware da Microsoft atingiu US$ 1,975 bilhão, em seu décimo trimestre consecutivo de alta.

A área de games, porém, teve queda de 21% no resultado deste último trimestre de 2019 se comparado ao ano anterior. A receita de software e serviços Xbox diminuiu 11%. A expectativa é que o resultado do console melhore em 2020, quando será lançado o novo Xbox Series X.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Lucro da Microsoft sobe 38% puxado por Azure e Office