Magazine Luiza compra Estante Virtual por R$ 31,1 milhões

1 min de leitura
Imagem de: Magazine Luiza compra Estante Virtual por R$ 31,1 milhões
Avatar do autor

O Magazine Luiza comprou a Estante Virtual por R$ 31,1 milhões em leilão realizado na última quinta-feira (30). Conforme relatamos em dezembro, a varejista já demonstrava interesse na aquisição da loja virtual até então pertencente à Livraria Cultura. Segundo o Valor Investe, naquele momento a venda estava avaliada em R$ 44 milhões, portanto, a soma arrematada foi abaixo do esperado inicialmente.

A operação é parte de um plano de recuperação judicial por parte da Cultura para evitar posterior falência, devido a uma dívida avaliada em R$ 285,4 milhões. O site que funciona como o maior acervo de sebo digital de livros foi adquirido por essa empresa em 2017 como parte de estratégia de expansão de negócios.

Livraria Cultura era dona do site de sebo, mas entrou em recuperação judicial. (Fonte: Wikipedia Commons)

Ainda conforme o veículo, a Estante Virtual vende cerca de US$ 90 milhões por ano; desse total, a proprietária recebia ao menos 20% por compra fechada. Esse percentual seria muito acima da taxa média cobrada em transações de marketplace — que gira em torno de 12% em outros segmentos, como moda e eletrônicos.

Mais livros e concorrência

A Estante Virtual tem 6 mil lojistas hospedados — 40% deles referem-se a itens usados —, enquanto o Magazine Luiza concentra 14 mil em seu catálogo. Com isso, a varejista oferecerá uma lista de 20 mil comerciantes de livros.

De acordo com a Folha de S. Paulo, a nova aquisição seria uma forma de diversificar o portfólio de vendas do Magalu, além da oferta de componentes para casa e eletroeletrônicos disponível há anos em seu e-commerce. O novo negócio também deve ampliar a concorrência em relação à Amazon, considerada uma das maiores lojas digitais com esse tipo de produto no país.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Magazine Luiza compra Estante Virtual por R$ 31,1 milhões