Apple vale US$ 1,4 tri e é a empresa mais valiosa da tecnologia

1 min de leitura
Imagem de: Apple vale US$ 1,4 tri e é a empresa mais valiosa da tecnologia
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Segundo o índice NASDAQ, as ações da Apple Inc. subiram 2,09% nas negociações pós-mercado nesta quarta-feira (29), após divulgação do trimestre fiscal mais rentável da companhia.

Com o isso, a capitalização da Maçã cresceu mais de US$ 1,4 trilhão, marca que ainda a posiciona como a segunda empresa mais valiosa do mundo — atrás apenas da petrolífera estatal Saudi Aramco, avaliada em US$ 2,2 trilhões.

Na noite de terça-feira (28), a companhia de Cupertino registrou lucro líquido trimestral de US$ 22,2 bilhões e receita de US$ 91,8 bilhões. Já no ano anterior, foram obtidos US$ 20 bilhões e US$ 84,3 bilhões, respectivamente. O anúncio oficial dos números agitou o setor e a resposta foi a elevada avaliação da, também, empresa mais cara da tecnologia.

A conquista no mercado financeiro ainda demonstra que a Apple, sozinha, ultrapassa as 30 maiores empresas da Alemanha que compõem o índice DAX da Bolsa de Frankfurt, mensurado em US$ 1,36 trilhão. Essa listagem inclui nomes, como a empresa de softwares SAP (US$ 162 bilhões), a química Linde (US$ 111 bilhões), o conglomerado Siemens (US$ 108 bilhões) e o grupo de seguros Allianz (US$ 100 bilhões).

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Apple vale US$ 1,4 tri e é a empresa mais valiosa da tecnologia