Alemanha não atualiza e terá que pagar US$ 880 mil para usar Windows 7

1 min de leitura
Imagem de: Alemanha não atualiza e terá que pagar US$ 880 mil para usar Windows 7
Avatar do autor

O Windows 7 já foi abandonado pela Microsoft, mas boa parte da comunidade ainda insiste em continuar com o sistema operacional. Um dos integrantes desse grupo é, surpreendentemente, a Alemanha. O país não atualizou os computadores institucionais enquanto teve tempo e agora terá que pagar por mais alguns meses de atualizações de segurança.

Mais especificamente, o país pagará US$ 887 mil para manter seus 33 mil computadores seguros com Windows 7. Segundo o site ZDNet, a Microsoft oferece essa alternativa para empresas e instituições que ainda usam o Windows 7 por um custo de US$ 25 por máquina. Esse valor, por sua vez, é dobrado a cada ano.

(Fonte: MundoConectado/Reprodução)

Jornalistas do site alemão Handelsblatt afirmam que o governo alemão já estava no processo de atualização para o Windows 10, mas não conseguiu concluir antes do dia 14 de janeiro — quando o Windows 7 foi abandonado pela Microsoft —, restando milhares de computadores não atualizados na capital Berlim.

Portanto, manter esses computadores seguros até a conclusão das atualizações é fundamental para o governo alemão. Afinal, os computadores institucionais são os principais alvos de ataques, já que contam com inúmeros dados sensíveis sobre o governo e a população.

Vale lembrar que continuar com o Windows 7 põe a máquina em risco, haja visto que não receberá qualquer atualização — nem mesmo de segurança.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Alemanha não atualiza e terá que pagar US$ 880 mil para usar Windows 7