Uber Eats Índia é vendido ao Zomato após fracassar no país

1 min de leitura
Imagem de: Uber Eats Índia é vendido ao Zomato após fracassar no país
Avatar do autor

Segundo fontes obtidas pelo Economic Times, a divisão do Uber Eats na Índia foi vendida para o Zomato por cerca de US$ 350 milhões. Com isso, a marca e respectivas operações do serviço norte-americano serão encerradas em toda a localidade, enquanto as contas de clientes ativos serão movidas para a plataforma do novo proprietário. Porém, a versão do app de passeio continuará ativa na região.

A aquisição foi anunciada no perfil oficial do Zomato no Twitter na última segunda-feira (20): “É um grande dia para nós e ainda maior para o Uber Eats Índia — nós do Zomato queremos agradecer a todos que contribuíram para tornar o Uber Eats Índia o que é hoje e, especialmente, vocês, os apreciadores de comida. Esperamos ansiosamente esse novo começo e tempos emocionantes, juntos”.

O movimento comercial ainda foi possível após recente captação de recursos de US$ 3 bilhões do Zomato, financiada pelo Ant Financial, afiliada do grupo Alibaba.

Assim a ideia de expansão do serviço indiano se alinhou com o baixo desempenho do Uber Eats no país, que causou o prejuízo de cerca de US$ 30 milhões apenas ao longo de 5 meses de 2019.

O fracasso pode ter sido resultante da chegada tardia do “verdinho” à Índia em 2017, onde os apps locais de delivery Zomato e Swiggy já dominavam o mercado, inclusive por meio de acordos exclusivos com redes de restaurantes do país. Embora tenha crescido em alguns pontos estratégicos, a Uber não conseguiu superar essa liderança.

Mas nem tudo acabou em perda nesse negócio, pois a empresa norte-americana ainda deve ficar com a receita de 10% das ações da nova proprietária como parte do acordo de venda.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Uber Eats Índia é vendido ao Zomato após fracassar no país