Mercado de PCs fecha 2019 com crescimento após sete anos de queda

1 min de leitura
Imagem de: Mercado de PCs fecha 2019 com crescimento após sete anos de queda
Avatar do autor

As empresas de consultoria e análise de mercado Gartner e IDC liberaram nesta segunda-feira (13) os respectivos relatórios sobre o desempenho da indústria mundial de computadores. As notícias são positivas: após quedas consecutivas que eram registradas desde 2011, a indústria finalmente apresentou melhoras.

No geral, 2019 marcou um crescimento raro no setor: 2,7% de acordo com a IDC e 0,6% para a Gartner. Ambas consideram desktops, notebooks e tablets híbridos na pesquisa, mas a Gartner não adiciona os Chromebooks na análise.

O principal motivo apontado para a ascensão do mercado é o fim do suporte do Windows 7, marcado para janeiro de 2020 pela Microsoft. A quase obrigatoriedade de atualização para o Windows 10 por motivos de segurança e compatibilidade obrigou muitas empresas e instituições a fazerem a migração em massa de aparelhos, aquecendo o setor. Problemas como a falta de CPUs no mercado foram superados pela adoção de outras marcas — e, caso isso não tivesse acontecido, os números poderiam ter sido ainda mais positivos.

As gigantes

Ambas as empresas de consultoria concordam no pódio das empresas líderes do setor de computadores. A líder segue a chinesa Lenovo, seguida das tradicionais norte-americanas HP e Dell — esta com o maior crescimento da lista, com um aumento anual de 10,7%.

Para a IDC, Apple e Acer, que fecham o ranking das cinco maiores, apresentaram queda em comparação com o ano passado, mas não perderam as respectivas posições. Já a Gartner ainda cita a ASUS como sexta colocada na indústria. Os relatórios completos estão disponíveis em inglês e podem ser consultados nas fontes desta notícia.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.

Categorias

Mercado de PCs fecha 2019 com crescimento após sete anos de queda