Marca japonesa processa Asus em São Paulo por uso de patente de LED

1 min de leitura
Imagem de: Marca japonesa processa Asus em São Paulo por uso de patente de LED
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Uma empresa japonesa especializada em iluminação está processando a Asus do Brasil em um tribunal de São Paulo. A companhia se chama Nichia e acusa a marca taiwanesa de utilizar sem autorização uma de suas patentes. A ação judicial tem como objetivo o pagamento de uma indenização.

O tal registro é uma patente do YAG, um material utilizado em painéis LED para smartphones. A patente número PI9710792-1 estaria aplicada nos seguintes modelos: ZenFone 3, ZenFone 3 Max, ZenFone 3 Zoom e ZenFone Max Pro M1. Apenas este último modelo ainda é comercializado no Brasil.

De acordo com o site DigiTimes, além da Asus, as empresas de vendas Karimex Componentes Eletrônicos e Arrow Brasil também foram notificadas. Elas são ligadas à fornecedora Everlight Electronics.

O lado das empresas

Segundo a Nichia, a empresa "visa proteger suas patentes e outros direitos de propriedade intelectual, e toma medidas contra alegados infratores em qualquer país onde adequado e necessário".

Já em nota enviada ao site MobileTime, a Asus do Brasil afirma que “não foi oficialmente citada” no processo e, ao menos por enquanto, não vai se manifestar.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Marca japonesa processa Asus em São Paulo por uso de patente de LED