Se cuida, Kindle: Xiaomi anuncia leitor de ebooks MiReader

1 min de leitura
Imagem de: Se cuida, Kindle: Xiaomi anuncia leitor de ebooks MiReader
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Amazon domina o mercado de livros digitais com o Kindle, mas a Xiaomi está de olho no segmento e anunciou recentemente seu próprio leitor de ebooks. Chamado de MiReader, o dispositivo segue os padrões da fabricante chinesa e ataca no custo-benefício: o aparelho foi anunciado por 599 Yuan, cerca de US$ 85 ou R$ 355 em conversão direta para a nossa moeda.

Por esse valor, o produto conta com uma tela e-Ink de resolução HD com densidade de 212 ppi (pixel por polegada) com LEDs embutidos para oferecer 24 tipos diferentes de iluminação. Em seu interior, o dispositivo também possui processador Allwinner B300 de quatro núcleos com frequência de 1,8 GHz, 1 GB de memória RAM e 16 GB de armazenamento interno. A bateria é de 1.800 mAh e pode ser carregada via porta USB Tipo-C.

(Fonte: Beebom/Reprodução)

O produto é baseado em Android 8.1 Oreo e traz suporte para leitura de livros digitais, conteúdos web e quadrinhos em alta definição, além de arquivos em formatos como EPUB, PDF, txt e também Word. Apesar de o MiReader rodar o sistema operacional da Google, ainda não está claro se o dispositivo contará com suporte para aplicativos da Play Store. Por outro lado, a Xiaomi confirmou que será possível exportar arquivos de smartphones ou baixá-los da nuvem para ler no novo aparelho.

(Fonte: Beebom/Reprodução)

De acordo com o NDTV, o Xiaomi MiReader pesará apenas 178 gramas e está sendo produzido pela Mijia, uma das principais submarcas da fabricante chinesa. O dispositivo ganhou vida após uma campanha de financiamento coletivo e mais detalhes serão revelados na quarta-feira (20), quando o leitor de livros digitais chega oficialmente ao mercado na China.

Como de costume, a Xiaomi ainda não confirmou se o produto será lançado no Brasil. Ainda assim, como os dispositivos Kindle mais baratos chegam a ser vendidos por valores na casa dos R$ 300 em promoções e com frete grátis, vai ser complicado para a empresa chinesa disputar com a Amazon nesse segmento.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Se cuida, Kindle: Xiaomi anuncia leitor de ebooks MiReader