Brisanet, operadora regional, alerta contra 'aventureiros' no leilão do 5G

1 min de leitura
Imagem de: Brisanet, operadora regional, alerta contra 'aventureiros' no leilão do 5G
Avatar do autor

Os pequenos querem ter voz no leilão das frequências do 5G, programado para o início de 2020, e a mais alta é a da Brisanet, operadora regional de internet do Ceará. Segundo seu presidente e fundador, José Roberto Nogueira, mesmo com os mecanismos que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) inseriu no edital, é possível que agentes estranhos ao mercado entrem no leilão apenas para fins de especulação.

Na quarta (13), em um evento promovido pela Anatel, Nogueira alertou que o benefício de preço que a agência quer dar aos chamados prestadores de pequeno porte (PPPs) pode ser usado por fundos de investimentos, via provedores inexpressivos, para comprar frequências a preços baixos e, depois, vendê-las no mercado secundário do espectro.

Nogueira sugere que, por um prazo de cinco anos, sejam vedadas as transferências das frequências adquiridas. A Anatel ainda imporia obrigações e compromissos que apenas provedores com infraestrutura local seriam capazes de cumprir.

As grandes operadoras ainda não alcançam a área rural, espaço para as PPPs criarem redes de 5G. (Fonte: Prefeitura de Paim Filho/Divulgação)

Uma das propostas de modificação do edital tem o apoio da Brisanet: deixar para PPPs um pedaço na faixa de 3,5 GHz. “Defendemos que uma faixa de 50 MHz seja reservada para o mercado regional, com muitas obrigações de cobertura. Garanto que a gente não vai desperdiçar essas frequências. No 5G, a nossa proposta é que haja um atendimento de 70% das pequenas cidades em cinco anos”, explicou o empresário.

A força dos pequenos

O domínio das grandes operadoras no edital do 5G não passou despercebido. "As empresas muito pequenas talvez tenham dificuldades, mas certamente há disposição e condições de entrar no 5G".

O grupo do qual a Brisanet faz parte tem crescido em áreas ainda não alcançadas pelas companhias tradicionais. A empresa de Nogueira tem uma base de 242 mil clientes, e o Grupo Alcon (sete provedores em seis estados) vem logo atrás, com 238 mil usuários, seguido pela Vero, dona de oito provedores em Minas Gerais, com 117 mil assinantes; a fluminense Sumicity, com 106 mil; e a catarinense Unifique, com 75 mil.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Brisanet, operadora regional, alerta contra 'aventureiros' no leilão do 5G