Executivo da Apple critica Chromebooks: 'não serão bem-sucedidos'

1 min de leitura
Imagem de: Executivo da Apple critica Chromebooks: 'não serão bem-sucedidos'
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Apple permaneceu nos holofotes durante os seus anúncios para o mercado nessa quarta-feira (13). Tivemos, entre algumas novidades, o anúncio do novo MacBook Pro e também a data de estreia do Mac Pro. Além disso, durante o evento, um dos executivos da empresa mostrou confiança em seu novo produto a ponto de apontar que o dispositivo rival do Google, o Chromebook, “não será bem sucedido”.

Em entrevista com o CNET, o vice-presidente global de Marketing da Apple, Phil Schiller, mostrou a sua visão sobre o crescimento do Chrome OS e dos dispositivos do Google nas escolas. “Não é difícil entender por que as crianças não estão envolvidas em uma sala de aula sem aplicar a tecnologia de uma forma que inspire elas”, comentou o executivo na ocasião. “Você precisa dessas ferramentas de aprendizado de ponta para ajudar as crianças a alcançarem os seus melhores resultados”, continua.

“Mas os Chromebooks não fazem isso. Chromebooks chegaram nas salas de aula porque, honestamente, eles são ferramentas baratas para os testes. Se tudo o que você quer fazer é testar crianças, bem, talvez um notebook barato fará isso. Mas não será bem-sucedido”, completa.

Posteriormente, o executivo apresentou argumentos a favor do produto da Apple como o a iniciativa do “Everyone Can Code” — uma forma de trazer as bases da ciência da computação nos iPads para o aprendizado de crianças.

Independente das críticas, soubemos que recenteemente o Chromebook passou a oferecer recursos de controle parental, incluindo a possibilidade dos pais controlarem o tempo das crianças na frente da tela do aparelho.

Cupons de desconto TecMundo:

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Executivo da Apple critica Chromebooks: 'não serão bem-sucedidos'