EUA acusa China de desviar chips para mísseis através da Huawei

1 min de leitura
Imagem de: EUA acusa China de desviar chips para mísseis através da Huawei
Avatar do autor

Os Estados Unidos continuam na sua guerra comercial contra a China e após ter a Huawei acusada de espionagem, agora pode envolver mais companhias. Isso porque chips fabricados pela empresa TSMC estariam sendo desviados para o governo chinês utilizá-los em mísseis e outros equipamentos militares.

Segundo o Financial Times, representantes dos Estados Unidos procuraram o governo de Taiwan para conversar melhor com representantes da TSMC, sigla para a Taiwan Semiconductor Manufacturing Comp, a maior fabricante de chips do mundo.

Essas conversas aconteceram porque o governo americano foi pedir para que Taiwan, que é considerada uma província da China mais aversa aos país, crie restrições para a exportação de chips para a Huawei. Além disso, o pedido seria que outras empresas chinesas também não tenham acesso aos componentes criados pela TSMC.

Fonte: WCCFTech/Reprodução

O motivo de tudo isso seria um possível desvio de chips produzidos para área civil que seriam utilizados em equipamentos militares na China. Segundo o Financial Times, várias autoridades e diplomatas americanos estiveram em Taipei, capital de Taiwan, para informar que chips vendidos para a Huawei foram encontrados em mísseis chineses.

Analistas acreditam que os pedidos do governo americano devem acabar sendo ignorados pela TSMC. Isso porque as restrições impostas à Huawei acabaram por beneficiar a empresa, que viu o número de pedidos de componentes para a China crescer em 20% no período.

Como a Huawei atende por 10% do rendimento da empresa taiuanesa, deixar de tê-la como cliente faria com que as ações da TSMC caíssem consideravelmente. Por enquanto, o governo de Taiwan não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
EUA acusa China de desviar chips para mísseis através da Huawei