Samsung demite 300 e deixa de produzir CPUs customizadas para celular

1 min de leitura
Imagem de: Samsung demite 300 e deixa de produzir CPUs customizadas para celular
Avatar do autor

A Samsung anunciou o fim de sua divisão de núcleos de processamento e vai descontinuar o desenvolvimento da tecnologia Mongoose, que aparece em componentes de celulares como o Galaxy S10 e Note 10. Com o fim da investida, cerca de 300 funcionários da companhia serão demitidos nos Estados Unidos até dezembro.

De acordo com informações divulgadas pela companhia, todos os empregados afetados pela alteração receberão os benefícios que tem direito antes de deixarem seus postos de trabalho. Além disso, a mudança de direção não afetará a fábrica que a gigante sul-coreana possui em Austin, no Texas, que dá emprego para cerca de 3 mil pessoas.

O Exynos 980 é um dos chips que usa tecnologias customizadas da empresa. (Fonte: Samsung/Divulgação)

"É lamentável que tantas pessoas estejam perdendo seus empregos, mas isso se baseia no fato de que estamos sempre avaliando nossos negócios", explica Michele Glaze, porta-voz da companhia que comentou o caso com o Gizmochina.

Foco na competição

A drástica mudança da Samsung tem como objetivo tornar os produtos da companhia mais competitivos, segundo um comunicado enviado pela firma ao Android Authority. Os núcleos customizados da família Mongoose são  utilizados em chips Exynos desde 2016. A tecnologia normalmente se destaca em testes de apenas um núcleo, mas acaba perdendo para soluções concorrentes nos demais cenários de uso.

Com o fim da família de núcleos Mongoose, a tendência é que a Samsung continue investindo nos processadores Exynos, mas utilize apenas núcleos ARM, que já estão presentes na maioria dos chips feitos pela sul-coreana. A adoção massiva da tecnologia deve tornar os produtos mais parecidos com soluções de fabricantes como Huawei e Qualcomm, que utilizam versões customizadas das CPUs Cortex em seus componentes.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Samsung demite 300 e deixa de produzir CPUs customizadas para celular