Black Friday: vale negociar suas dívidas e ter mais limite para gastar?

2 min de leitura
Imagem de: Black Friday: vale negociar suas dívidas e ter mais limite para gastar?
Avatar do autor

Black Friday é uma das principais datas para fazer compras, e muitos aguardam ansiosamente a sua chegada. Esse é um fenômeno muito comum nos Estados Unidos e está se tornando cada vez mais famoso no Brasil.

Na data, geralmente a última sexta-feira de novembro, as lojas oferecem promoções significativas, e os consumidores aproveitam para conquistar todo o seu carrinho de compras, preferencialmente em algumas vezes sem juros. Nesse sentido, os cartões de crédito podem ser excelentes aliados; porém, para aproveitar ao máximo seus benefícios, é preciso estar livre de dívidas, o que nem sempre é uma tarefa fácil.

No Brasil, cerca de 30% das dívidas são justamente geradas pelos cartões de crédito, mas, mesmo que você esteja nesse grupo, ainda dá tempo de se organizar e se preparar para a Black Friday.

Vale a pena renegociar suas dívidas agora?

Essa é uma dúvida muito comum entre aqueles que têm algum tipo de dívida no cartão de crédito, e a resposta é: sim!

O quanto antes você renegociar suas dívidas, melhor, principalmente considerando que a Black Friday está se aproximando. Basicamente, ao colocar suas contas em dia, você consegue se organizar e pagar, liberando mais limite para gastar com as promoções. Porém, é preciso se atentar a alguns pontos importantes para fazer isso de maneira adequada e sem criar mais dívidas difíceis de pagar.

Como negociar suas dívidas antes da Black Friday

Antes de pensar em gastar mais no cartão de crédito, é preciso resolver as contas já existentes. Em primeiro lugar, conheça em detalhes a sua dívida e saiba quais são as formas de negociação oferecidas pelo banco. Muitas pessoas se confundem e optam por pagar o mínimo da fatura, acumulando mais juros e aumentando o valor final a ser pago.

cartçaoPagar o cartão para ter mais limite pode ser uma boa ideiaFonte: Reprodução/Veja

O ideal é entrar em contato com o banco e solicitar pagamentos em parcelas fixas, com o mínimo de juros possível. Também é importante não aceitar a primeira proposta oferecida, esperando e negociando um desconto maior. Uma vez acordado o pagamento, o próximo passo é justamente quitar essa dívida. Pague sempre o valor cheio da fatura e evite ao máximo gastar durante esse período.

Como evitar problemas durante a Black Friday?

Na hora de negociar sua dívida e até mesmo ao comprar algo durante a Black Friday, tenha em mente que o valor das parcelas no cartão deve corresponder a no máximo 30% dos seus ganhos mensais, para evitar comprometer o orçamento e as contas básicas do dia a dia. Além disso, compre apenas o necessário e guarde o dinheiro que sobrar.

Isso vale também para a própria Black Friday. Aproveite o dia de promoções para adquirir apenas o que está precisando.

Negociei! E agora?

Preste atenção ao comprar parcelado, procure conhecer as condições gerais de pagamento tanto do seu cartão quanto da loja em questão. Isso inclui os juros, a quantidade de parcelas e o modo de parcelamento.

Levando em consideração essas dicas, esta pode ser uma excelente hora para negociar suas dívidas no cartão de crédito e começar a se preparar para a Black Friday.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Black Friday: vale negociar suas dívidas e ter mais limite para gastar?