Black Friday: quanto do seu salário pode ser destinado ao cartão de crédito

2 min de leitura
Imagem de: Black Friday: quanto do seu salário pode ser destinado ao cartão de crédito
Avatar do autor

Black Friday já é uma tradição em todo o mundo. Em meio a tantas ofertas e possibilidade de compras, o cartão de crédito acaba sendo o maior aliado dos consumidores, mas você sabe como organizar suas finanças de forma adequada? É importante entender seus limites e o teto máximo de investimento do seu salário para as compras dessa data, para não comprometer seu orçamento.

Algumas considerações importantes

Independentemente de sua renda, usar o cartão de crédito para parcelar as compras da Black Friday requer alguns cuidados. Entre os principais está não destinar mais de 30% de seu salário para despesas de médio e longo prazos; em outras palavras, suas faturas não devem ser maiores do que um terço do seu ganho mensal.

O cartão oferece uma sensação de maior liberdade financeira, principalmente porque as parcelas podem se estender por muito tempo sem juros. Porém, isso traz alguns perigos. Usar o cartão de crédito para pagar faturas atrasadas, sem um controle de seu limite, e fazer novas dívidas com o orçamento já apertado podem trazer consequências gravíssimas para sua saúde financeira. E muitas pessoas se deixam levar pelas primeiras ofertas que veem de determinado produto ou serviço que querem adquirir, sem fazer uma pesquisa adequada.

Consequentemente, acabam desembolsando um valor maior do que pagariam se tivessem um pouco mais de calma e paciência. E, normalmente, isso também é fruto da possibilidade de usar o cartão para fazer compras de forma rápida e fácil.

Black Friday (Fonte: ShowmeTech/Reprodução
(Fonte: ShowmeTech/Reprodução)

Como proteger seu salário

De forma geral, com um pouco de organização e tomando algumas precauções, não há problema em utilizar o cartão de crédito. Para não afetar negativamente seu salário, é importante que você aprenda a centralizar suas despesas, sempre de olho na data de vencimento de cada parcela. Priorize a fatura do cartão entre as primeiras contas a serem pagas e escolha sempre o melhor dia para o vencimento. Guarde todos os comprovantes, pois nunca se sabe quando será preciso contestar uma dívida.

Também é importante que você conheça o valor total de suas dívidas, incluindo possíveis juros. Antes de fazer qualquer compra grande, crie o hábito de negociar os valores, mesmo que estejam em oferta. Tenha um cuidado especial com o local em que você fará suas compras na Black Friday. Embora grande parte das lojas não tenha um histórico de tirar vantagem do consumidor, fique longe de locais desconhecidos e preços pouco confiáveis. Se tiver alguma dúvida, recorra ao Procon mais próximo para se proteger.

Por fim, não enxergue o cartão de crédito como um herói nem como um vilão. O mais importante é que você consiga contar com esse recurso em caso de necessidade, sem que o seu salário seja comprometido ou afetado.

Se você puder seguir essas dicas, será possível aproveitar todas as promoções da Black Friday sem nenhum susto ou dor de cabeça. Para isso, atenção e planejamento são as prioridades.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Black Friday: quanto do seu salário pode ser destinado ao cartão de crédito