Tesla busca acordo com Walmart após processo por fogo em painéis solares

1 min de leitura
Imagem de: Tesla busca acordo com Walmart após processo por fogo em painéis solares
Avatar do autor

Depois de uma ação movida pelo Walmart por painéis solares da Tesla terem causado incêndios em lojas da rede americana, a empresa de Elon Musk tem se esforçado para tentar resolver a situação. Em um primeiro sinal de avanço, as empresas emitiram um comunicado conjunto na última quinta-feira (22), sinalizando que têm trabalhado para dar um fim ao conflito.

"O Walmart e a Tesla esperam resolver a situação e reenergizar os painéis solares nas lojas, uma vez que todas as partes têm certeza de que os problemas foram resolvidos", indicou o comunicado. As companhias também manifestaram o interesse em investir em tecnologias que possibilitem um "futuro de energia sustentável", além de segurança e eficiência. Nenhuma das empresas quis comentar mais detalhadamente a situação.

(Fonte: Visual Hunt/Reprodução)

Um problema antigo

Desde 2012, 7 lojas do Walmart tiveram problemas com incêndios em painéis solares da Tesla. A responsável pela instalação das peças foi a SolarCity, que até 2016 era uma empresa autônoma, e foi comprada pelo grupo de propriedade de Musk. Na última terça-feira (20), o Walmart decidiu entrar com uma ação contra a Tesla, alegando que houve "negligência sistêmica generalizada" na instalação e manutenção dos dispositivos.

Inicialmente, o pedido do Walmart exigia a remoção de todos os painéis solares das suas lojas. Agora, porém, ambas as empresas parecem estar buscando uma solução mais amigável.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Tesla busca acordo com Walmart após processo por fogo em painéis solares