Órgão antitruste da Rússia cobra explicações da Apple

1 min de leitura
Imagem de: Órgão antitruste da Rússia cobra explicações da Apple
Avatar do autor

O Serviço Federal Antimonopólio da Rússia (FAS, na sigla em inglês) está cobrando explicações da Apple. Tudo porque um aplicativo do laboratório russo de segurança cibernética Kaspersky não foi atualizado no iOS, sistema operacional mobile da empresa estadunidense. A própria empresa russa registrou uma queixa ao FAS.

O app em questão é o Safe Kids, utilizado para controle dos pais. O concorrente, desenvolvido pela própria Apple, Screen Time, foi atualizado sem problemas, mas a não atualização do serviço do Kaspersky Lab fez com que ele perdesse parte de suas funcionalidades.

Tela do Screen Time, o app da Apple para controle parental. (Fonte: The Verge)

Mais investigações

Não é apenas a Rússia que está de olho na Apple: a empresa de Cupertino está sendo investigadas nos Estados Unidos e na Europa. O Departamento de Justiça dos EUA está observando diversas empresas de tecnologia e a Maçã está entre elas.

Já no velho mundo, as acusações partiram do Spotify, que alega que a empresa americana utiliza meios para reprimir os concorrentes do Apple Music. Sobre a investigação russa, a Apple ainda não se posicionou publicamente.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Órgão antitruste da Rússia cobra explicações da Apple