EUA x China: guerra comercial gera desvalorização de US$ 53 bilhões à Apple

1 min de leitura
Imagem de: EUA x China: guerra comercial gera desvalorização de US$ 53 bilhões à Apple
Avatar do autor

Eis que a guerra comercial entre os Estados Unidos e a China continua — e tem bastante gente perdendo dinheiro com ela. O episódio mais recente foi o anúncio de que cinco das maiores gigantes de tecnologia norte-americanas, a Amazon, o Facebook, a Netflix, a Google e a Apple sofreram, juntas, uma desvalorização de US$ 150 bilhões (mais de R$ 595 bilhões), com a Apple perdendo sozinha US$ 53 bilhões (perto de R$ 210 bilhões) de seu valor de mercado. Tudo isso em um único dia.

Entrave

Depois de o governo estadunidense anunciar que aplicaria uma taxa extra de 10% sobre o equivalente a US$ 300 bilhões de importações chinesas, a China decidiu desvalorizar a sua moeda para 7 yuan por dólar, atingindo o menor patamar em mais de 10 anos. De acordo com Ben Lovejoy, do site 9to5Mac, a motivação para isso foi que, ao baixar a sua moeda, as importações de outros países se tornam mais baratas e com isso parte dos efeitos das tarifas é amenizada.

Só o anúncio de que ocorreria o aumento dos impostos sobre os produtos chineses fez com que a Apple perdesse 2% de seu valor de mercado e surgissem especulações sobre como a companhia lidaria com as perdas: será que ela absorveria o prejuízo ou elevaria os preços de seus produtos?

Entretanto, com a desvalorização do yuan, a companhia despencou 5%, e existem temores de que as medidas chinesas gerem retaliações por parte de Donald Trump, presidente dos EUA, e ele eleve ainda mais as tarifas sobre as importações.

Com relação às demais gigantes norte-americanas, segundo Ben, a Google e a Netflix sofreram desvalorização de 3,5%, o Facebook caiu 4% e a Amazon, 3,2%. A Apple foi a que levou o maior tombo, mas a verdade é que todas as companhias que dependem de alguma forma de produtos de fabricação chinesa foram afetadas.

Aliás, o índice da Nasdaq e da Dow Jones Industrial Average fecharam com quedas de 3,5% e 3%, registrando a maior desvalorização semanal do ano. O pior é que ninguém ganha com essa briga, e a economia dos dois países, assim como a do resto do mundo, acabará sofrendo as consequências.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
EUA x China: guerra comercial gera desvalorização de US$ 53 bilhões à Apple