Xiaomi lidera mercado de smartphones na Índia, mas Samsung se aproxima

1 min de leitura
Imagem de: Xiaomi lidera mercado de smartphones na Índia, mas Samsung se aproxima
Fonte: Android Headlines/Reprodução
Avatar do autor

Queridinha de muitos brasileiros por causa de seus smartphones focados em custo-benefício, Xiaomi ainda é a empresa que mais vende dispositivos móveis na Índia, um dos mercados mais importantes do mundo no segmento. De acordo a Strategy Analytics, a fabricante chinesa conseguiu bater concorrentes como a Samsung e vendeu 10,2 milhões de celulares no país durante o segundo trimestre de 2019.

A Xiaomi ficou com uma fatia de mercado de 28,7% e manteve o primeiro lugar na Índia, que ainda vê as vendas de smartphones subirem. Enquanto o setor está se retraindo mundialmente, o país registrou um crescimento de 3% no número anual de vendas. Ao todo, foram comercializados 35,6 milhões de celulares por lá durante os meses de abril, maio e junho.

(Fonte: Strategy Analytics/Reprodução)

A Strategy Analytics também aponta que a companhia chinesa manteve praticamente a mesma porcentagem de mercado do que no mesmo período do ano passado, quando possuía uma fatia de 28,8% das vendas. Enquanto isso, algumas concorrentes ainda crescem.

Samsung e Realme crescem na Índia

A Samsung, segunda colocada em vendas no país, foi uma das empresas que registrou crescimento. Enquanto a sul-coreana tinha uma fatia de 23,2% no segundo trimestre de 2018, a firma fechou os últimos três meses dominando 26,3% do mercado. Entre abril e junho, a dona dos smartphones Galaxy vendeu 9,4 milhões de dispositivos.

Além da Xiaomi, outras fabricantes da China também viram suas vendas diminuírem na Índia. A Vivo e Oppo, que ocupam o quarto e quinto lugar no ranking de marcas mais populares, viram sua participação de mercado cair para 11% e 8,1%, respectivamente.

A companhia chinesa Realme, por outro lado, teve um grande salto em seus números: há um ano, a firma nem aparecia entre as maiores marcas da Índia, mas agora é dona de 7,9% do mercado do país, ocupando a quinta colocação no ranking da Strategy Analytics, ficando bem próxima de alcançar a Oppo.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Xiaomi lidera mercado de smartphones na Índia, mas Samsung se aproxima