Senadores dos EUA querem reduzir poder de Trump na negociação com a Huawei

1 min de leitura
Imagem de: Senadores dos EUA querem reduzir poder de Trump na negociação com a Huawei
Fonte: Shutterstock
Avatar do autor

Nesta semana, um grupo de senadores apresentou ao Congresso dos Estados Unidos um projeto de lei bipartidário por meio do qual seria possível impor limites às chances de o governo afrouxar o banimento imposto à Huawei.

No ano passado, foi assinado um projeto de lei com o intuito de bloquear a atuação de uma série de empresas chinesas em território estadunidense, dentre as quais ZTE e Huawei. Agora, os parlamentares por trás de todo o esforço para a proibição chamam de "erro catastrófico" a atuação do presidente dos EUA, Donald Trump, que visa reduzir os limites estabelecidos.

Recuo e polêmica

Vale lembrar que, há algumas semanas, o governo estadunidense anunciou que recuaria nas proibições de negócios entre a gigante chinesa e empresas dos EUA. Mas não demorou muito para que essa medida gerasse revoltas de senadores dos dois lados do espectro político local. Ao que parece, eles estão concordando que as gigantes da tecnologia chinesa podem mesmo representar algum tipo de ameaça à segurança nacional.

Segundo os parlamentares que estão contra as decisões de Trump, a permanência da companhia em uma lista negativa tem sua razão de ser; além disso, a fabricante chinesa não figuraria como um parceiro importante e "normal" de empresas norte-americanas. Portanto, nada poderia justificar a tendência do governo em ser mais flexível.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Senadores dos EUA querem reduzir poder de Trump na negociação com a Huawei