Apps que educam brincando são uma forte alternativa para pais

1 min de leitura
Imagem de: Apps que educam brincando são uma forte alternativa para pais
Fonte: varelanoticias
Avatar do autor

Cada vez mais cedo, as crianças estão tendo acesso às telas de smartphones, tablets e computadores. Para equilibrar a imersão na tecnologia com o aprendizado, a aposta em aplicativos que divertem de forma lúdica vem se popularizando.

Esses apps criam um ambiente adequado para crianças, exercitando o desenvolvimento cognitivo e motor de maneira descontraída, aliando tudo com temáticas educativas. Confira alguns exemplos:

Kidsa

Esse aplicativo é focado na geração Alpha, nascida a partir de 2010 e já bastante familiarizada com o meio digital. O aplicativo traz uma proposta de curso de inglês completo para crianças durante a primeira infância — até os 8 anos de idade. É novidade no Brasil e oferece 12 níveis de evolução, 72 módulos e certificação em 4 níveis de aprendizado.

Qranio

Por meio de um quiz livre, essa plataforma cria um ambiente de aprendizagem mais leve. Usando um recurso de gamificação, os usuários entram em contato com conteúdos educacionais a todo momento. O aplicativo conta com trilhas de aprendizado, que visam à repetição e fixação, além de moedas virtuais de conhecimento, que recompensam os usuários e lhes permitem adquirir produtos na loja virtual.

print da pagina do qranioQranio conta com questões de ensino fundamental e Enem. (Fonte: Qranio/Reprodução)Fonte: qranio

ZooMoo

Essa plataforma ajuda as crianças a aprenderem sobre os animais. Por meio de games e conteúdo educativo, o aplicativo trata de forma leve e divertida questões relacionadas à natureza. O estudante pode explorar sobre cada animal, suas características e escutar seu barulho.

Todos os jogos são gratuitos e estão disponíveis tanto para Android quanto para iOS.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Apps que educam brincando são uma forte alternativa para pais