Apple paga US$ 684 milhões para Samsung por telas OLED não compradas

1 min de leitura
Imagem de: Apple paga US$ 684 milhões para Samsung por telas OLED não compradas
Fonte: Apple
Avatar do autor

Apple tem feito poucos pedidos de displays OLED para sua fornecedora, a Samsung, por conta da baixa venda de iPhones que utilizam este tipo de tela. Com a falta de um volume mínimo, a sul-coreana cobrou uma indenização à norte-americana. O valor? US$ 684 milhões, de acordo com a Reuters .

O montante é similar ao da venda de cerca de um milhão de iPhones com preço médio de US$ 722. O prejuízo vem da fraca comercialização de telefones da marca nos últimos meses — o iPhone XR foi o que registrou maior saída e é o único da linha 2018 com tela LCD.

Respiro

Se para Apple o acordo gerou gastos, para a Samsung veio em boa hora. A sul-coreana espera que seu lucro operacional caia 56% neste trimestre, chegando a 6,5 trilhões de wons (US $ 5,6 bilhões). O valor é 4,2% menor do que o registrado no mesmo trimestre do ano passado, quando a empresa lucrou 56 trilhões de won (~US$ 47 bilhões).

As duas fabricantes dependem do sucesso de seus novos modelos para poderem recuperar o lucro. Os novos iPhones da Apple serão lançados em setembro, sendo que dois deles terão telas OLED, já a Samsung deve lançar o Galaxy Note 10 no início do próximo mês.

Cupons de desconto TecMundo:

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Apple paga US$ 684 milhões para Samsung por telas OLED não compradas